Gislene Bastos
Viajar com sustentabilidade

Por Gislene Bastos

Viagens
Gislene Bastos

Criatividade – que a força esteja com todos nós!

A referência ao Mestre Yoda, de Guerra nas Estrelas, obra prima de George Lucas, nos coloca na posição de autores da nossa vida como sendo uma obra prima. E é desse aprendizado, possível e acessível a todos, que vamos tratar hoje ao destacar o World Creativity Day (WCD), o Dia Mundial da Criatividade.

Criatividade – que a força esteja com todos nós!

1 de abril de 2021 - 07:10 - Atualizado em 3 de abril de 2021 - 11:39

Criatividade – que a força esteja com todos nós, então! Edney Souza, o InterNey, da Digital House Brasil, trouxe a referência para a coletiva de lançamento da programação comemorativa ao World Creativity Day (WCD), o Dia Mundial da Criatividade, celebrado em 21 de abril. Pegamos a dica e trazemos para a nossa realidade atual.

Estamos há um ano mais dependentes da tecnologia. A pandemia da covid-19 nos iguala de diferentes formas, independentemente de formação, classe social, lugar onde se vive. Claro que é uma igualdade desigual. Enfrentamos o mesmo medo, mas temos acesso a informações diversas. Podemos acessar  meios digitais, mas em níveis de recursos bem escalonados.

E é nesse contexto que tem gente em plena construção de um mundo pós-pandêmico mais humano para todos! O caminho passa pela inclusão universal às novas tecnologias por meio da inovação e da criatividade. Desde 2018, os criativos do mundo todo se unem em abril para discutir e ampliar essa “força” de transformação de realidades. A força é a criatividade!

O World Creativity Day (WCD), Dia Mundial da Criatividade, é o maior evento colaborativo de criatividade do mundo e chega a quarta edição com a incrível marca de mais de 1.460 atividades previstas, em 128 cidades de 19 países, nos dias 21 e 22 de abril. Atividades ao vivo e gravadas, de graça, na plataforma do evento na internet e através do canal de cada cidade participante no aplicativo. As inscrições abrem dia 02 de abril.

Lucas Foster durante apresentação no Rock in Rio Innovation Week, em 2019, em Lisboa, sobre o World Creativity Day.

O brasileiro Lucas Foster está por trás da iniciativa que promove a revolução de pessoas e negócios por meio da criatividade. A primeira ideia surgiu em 2014, com a criação da World Creativity Organization, com sede na cidade do Porto, em Portugal. Mas foi só em 2018 que o WCD se firmou como modelo colaborativo, a partir do reconhecimento, no ano anterior, de 21 de abril como o Dia da Criatividade e Inovação pela Organização das Nações Unidas.

A rotina imposta pela pandemia, com muitas pessoas passando mais tempo em casa, trabalhando, estudando e se divertindo de forma remota contribuiu com o crescimento exponencial nesse último ano. Vitória da capacidade inventiva do coletivo. Entregar conteúdo que contribui com o crescimento de todos os envolvidos, de forma continuada, é o desafio dessa edição. Por isso mesmo, a educação ganha espaço consistente.

Edney Souza, o InterNey, da Digital House Brasil, defende que a criatividade pode ser desenvolvida e deve ser estimulada para que promova a transformação.

Recriar. Reaprender. Revolucionar. Três verbos que dão rumo aos mais de 1.500 inspiradores, como são chamados os palestrantes e especialistas que irão conduzir as atividades. Lucas Foster classifica esse grande grupo de inspiradores, como pessoas capazes de olhar para os problemas e identificar soluções por meio de parcerias, comunicação, tecnologia. “Olhando para o problema e buscando repertório e colaboração, a gente é capaz de transformar o mundo.” É a criação coletiva em pleno desenvolvimento para o mundo pós-pandemia

Aprendizado contínuo para mais de 100 mil pessoas

Uma grande novidade dessa edição do World Creativity Day é o oferecimento de bolsas de estudos para o público que se inscrever para participar das atividades.  A organização fechou parceria com algumas das melhores escolas livres do país, que juntas vão oferecer 111 mil bolsas de estudos, algumas integrais. É o caso do curso de Biomimética, da Saibalá. São 30.000 vagas para aprender sobre como a natureza pode inspirar soluções na vida pessoal e nos negócios. Basta ficar de olho nas inscrições e garantir uma vaga.

Consolidado também como a maior feira de experiências educacionais criativas do mundo, o WCD acelera uma revolução na forma como aprendemos e desenvolvemos habilidades para o futuro do trabalho, tendo como foco a empregabilidade e a geração de renda. “Nós queremos apoiar o desenvolvimento da criatividade em todas as cidades, pois quanto mais diversidade e mais atividades, mais liberdade de escolha para os participantes, aumentando a produção de conhecimento e a capacidade criativa da sociedade. Quanto mais pessoas mudarem sua mentalidade sobre educação e se apropriarem do processo de aprendizagem contínua, melhor para elas, para o mercado de trabalho e para a economia”, conclui Foster.

Líderes locais fazem a criatividade circular e o WCD ocorrer de forma integrada. Em Curitiba a programação conta com 13 atividades, com curadoria do líder local Lessak, cofundador da Kyvo, plataforma de inovação formada por profissionais multidisciplinares e atuação global. 

Programa de atividades World Creativity Day Curitiba

  • Aprendizados com os povos da floresta – ⁨Marcelo Figueiral⁩ 
  • Como saber a hora certa de mudar tudo? – ⁨Gislene Bastos⁩ 
  • Escrita diária como meio de vencer a resistência criativa – ⁨Michelle Barrêto⁩ 
  • Deito: moda confortável para suportar o caos – ⁨Lorenza⁩ Vieira 
  • Do presencial ao remoto: o desafio de ensinar dança de dupla – ⁨Cinthia Santos⁩ 
  • Criatividade mão na massa: como DIY pode mudar sua vida – ⁨Guilherme Gomes Glir⁩ 
  • A influência do design e inovação para a construção de futuros – Maurício Medeiros
  • Desafios e conquistas de abrir uma cafeteria em meio à pandemia – Victor Pandolfi⁩ 
  • Aprendizagem em casa: estratégias para educação infantil – Ana Cristina⁩ Melo
  • O pão que o viado amassou: uma solução criativa para a crise – Gabriel Castro⁩ 
  • A pandemia como inspiração para criação de um jogo digital – Jéssica Goss⁩ 
  • Eventos: do presencial ao híbrido e online em um mês – ⁨Alisson Barcelos⁩ 
  • O poder das histórias para conectar pessoas e organizações – ⁨Yna Honda⁩ 

Nos próximos dias irei compartilhar com vocês um pouco mais sobre os inspiradores de Curitiba, aqui na coluna e também pelo canal no YouTube.

Lessak, cofundador da Kyvo, é o líder local do WCD Curitiba e fez a seleção da programação de atividades na cidade.

Ao destacar a oferta de bolsas de estudos, Lessak reafirma a importância da parceria nesse momento em que estamos nos aproximando de uma retomada. “Estamos vivendo uma mudança de paradigma. O Fórum Econômico Mundial chamou a atenção dos líderes mundiais para o risco de uma nova “geração perdida”. Neste contexto, a criatividade e o desenvolvimento de novas habilidades são fundamentais para garantir empregabilidade ou para fazer um negócio dar certo em nossa cidade”, afirma.


Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.