Turismo

Conheça Grasse, a Capital Mundial do Perfume e das Flores Raras

Perfumista Angélica Flores revela detalhes da produção dos perfumes da região através extração das essências e dos aspectos culturais

Nina
Nina Machado / Comando News
Conheça Grasse, a Capital Mundial do Perfume e das Flores Raras
Angélica Flores é perfumista natural, curitibana e atualmente reside em Lyon na França

22 de setembro de 2021 - 15:39 - Atualizado em 22 de setembro de 2021 - 15:58

Desde muitos séculos, as flores do pays de Grasse contribuem com a fama da cidade francesa. Elas formam lindas paisagens, habitam os campos e dão vida a festivais específicos que reúnem toda a comunidade. Graças às flores raras, trazendo como exemplos: o jasmim, a rosa, a tuberosa, lírio branco, a violeta, a íris, o gerânio rosa, entre outras, Grasse se tornou a capital mundial dos perfumes.

Segundo a perfumista, Angélica Flores, esse título não se deve apenas às flores, mas a todo o savoir faire que foi desenvolvido através dessas plantas, desde a produção e cultivo até a extração de essências e à composição de perfumes. 

“A presença de flores raras e da própria perfumaria em Grasse surge de uma convergência social e econômica isso significa que idade média, a cidade de Montpellier era conhecida por sua faculdade de medicina, pela farmácia e por suas relações com a perfumaria, mas seu clima severo não permitia a climatização de certas espécies e eles obtinham muitas matérias-primas da Itália e do oriente. Porém, Grasse, com sua localização privilegiada, microclima e abundância de suas nascentes pôde abrigar muitas espécies aromáticas, sobretudo as flores mais frágeis e raras da perfumaria”, explica a perfumista brasileira que vive e desenvolve a perfumaria natural em Lyon, na França.

As  laranjeiras, por exemplo, têm presença atestada em Grasse desde o século XVII. Do fim do século XVIII até metade do século XIX, a perfumaria artesanal de grasse se transformou em uma verdadeira indústria. Grandes e espaçosas usinas se instalaram na periferia e deixaram seus status de fábrica, exemplos: Chilis, Hugues Aîné, Lautier, Robertet, Roure , Tombarel… 

Grasse é situada nos Alpes Marítimos na Costa Azul da França

Para atender a demanda local por matérias-primas, Grasse precisou investir em outras plantas, pois as necessidades dos perfumistas iam além das laranjeiras. 

“Nas melhores terras foram plantados o jasmim, rosa, gerânio, narciso, íris, junquilho, violeta, mimosa, lavanda, etc… E tudo o que lá foi plantado e cultivado floresceu e propiciou a extração das melhores essências florais da perfumaria em todo o mundo”, destaca a perfumista.

Bem, mas nem tudo são flores como dizem por aí. Apesar de Grasse produzir as flores mais perfumadas, a concorrência vinda de muitos países começou a surgir. Hoje, as plantações de flores raras são menores em Grasse e, em geral, são destinadas às grandes marcas de perfumes.

Contudo, em 2018, a cidade, que é a capital mundial dos perfumes, conquistou o título patrimônio cultural imaterial da humanidade conferida pela Unesco, isso têm atraído muitos turistas à região, sobretudo na primavera e no verão, e assim a cultura e economia local têm se fortalecido dia após dia. 

Sobre Angélica Flores 

Angélica Flores é precursora no desenvolvimento de fragrâncias personalizadas 100% naturais. Ela inaugurou a Alta Perfumaria Natural no Brasil. A arte da perfumaria ela aprendeu na França, mas seus primeiros trabalhos se iniciaram no Brasil. Atualmente, vive em Lyon, na França, onde também desenvolve um trabalho exclusivo. Sendo assim, ela propõe um trabalho autêntico e diferenciado: a perfumaria francesa com um toque brasileiro.

Instagram https://www.instagram.com/angelicaflores.perfumer/
Site – natural-perfumery.com