Entretenimento

Sindicato dos Atores dos EUA vai decidir se expulsa Trump

Reuters
Reuters
Sindicato dos Atores dos EUA vai decidir se expulsa Trump
Presidente dos EUA, Donald Trump

19 de janeiro de 2021 - 19:46 - Atualizado em 19 de janeiro de 2021 - 19:50

LOS ANGELES (Reuters) – O sindicato dos atores norte-americanos realizará uma reunião para considerar a expulsão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, dos seus quadros.

O SAG-AFTRA, que representa aproximadamente 160.000 atores, jornalistas e outros profissionais da mídia, afirmou em um comunicado que convocou a reunião de seu comitê disciplinar para avaliar o papel de Trump no ataque de 6 de janeiro ao Capitólio em Washington.

“Donald Trump atacou os valores que este sindicato considera mais sagrados –democracia, verdade, respeito por nossos compatriotas de todas as raças e religiões, e a santidade da imprensa livre”, disse Gabrielle Carteris, presidente da SAG-AFTRA.

“Há uma ligação direta entre o seu desenfreado desrespeito à verdade e os ataques a jornalistas perpetrados pelos seus seguidores”, acrescentou, no comunicado.

Trump tornou-se membro do SAG pelas suas aparições como ele próprio em filmes de Hollywood e séries de TV, como “Esqueceram de Mim 2” e “Sex and the City”, no começo dos anos 1990.

Ele solidificou seu status de celebridade como apresentador e produtor do reality “O Aprendiz” e o derivado “O Aprendiz Celebridades”, entre 2004 e 2015.

(Reportagem de Jill Serjeant)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0I1OD-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.