Entretenimento

Símbolo do Watergate, G. Gordon Liddy morre aos 90 anos

Reuters
Reuters
Símbolo do Watergate, G. Gordon Liddy morre aos 90 anos
G. Gordon Liddy em Washington

31 de março de 2021 - 10:44 - Atualizado em 31 de março de 2021 - 10:46

(Reuters) – G. Gordon Liddy, um ousado ex-agente do FBI que ajudou a orquestrar a invasão do edifício Watergate em 1972, crime que iniciou o processo que levou à renúncia de Richard Nixon na Presidência dos Estados Unidos, morreu nesta terça-feira aos 90 anos.

Liddy, que transformou sua infâmia de Watergate em uma carreira de 20 anos como radialista conservador, morreu cercado pela família na casa da filha em Mount Vernon, na Virgínia, disse seu filho, Thomas P. Liddy, à Reuters por telefone.

“Ele teve uma vida plena, e ela simplesmente seguiu seu curso”, disse o jovem Liddy sobre o pai, acrescentando que a Covid-19 não foi um fator. “Ele fez tudo de bom que Deus lhe pediu e depois um pouco mais.”

Liddy foi diagnosticado há alguns anos como portador da doença de Parkinson, disse o filho. A notícia da morte de Liddy foi reportada pela primeira vez pelo Washington Post.

(Por Bill Trott, reportagem adicional por David Schwartz em Phoenix, Arizona, e Mohammad Zargham em Washington)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH2U12H-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.