Entretenimento

Torneio de xadrez reúne 700 estudantes em Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

16 de abril de 2012 - 00:00 - Atualizado em 16 de abril de 2012 - 00:00

Cerca de 700 estudantes de escolas municipais e particulares de Curitiba participaram neste fim de semana da primeira etapa do II Desafio Xeque-Mate, no CAIC Guilherme Lacerda Braga Sobrinho, no Sítio Cercado.

O torneio de xadrez é promovido pelas secretarias municipais da Educação, dentro da programação do Comunidade Escola, e do Esporte, Lazer e Juventude, em parceria com a Federação Paranaense de Xadrez.

A secretária municipal da Educação, Liliane Sabbag, acompanhou o evento e incentivou os estudantes a se dedicarem ainda mais à prática do xadrez nas escolas e fora delas.

“Esta atividade tem importância significativa no desempenho escolar do estudante, no seu comportamento e na formação para a vida”, afirmou Liliane. O Desafio Xeque-Mate terá mais três etapas, em 26 de maio, 29 de setembro e 10 de novembro.

As escolas municipais de Curitiba foram representadas na competição por estudantes da educação infantil e do ensino fundamental. Saulo Rodrigues de Lima, 9 anos, aluno da Escola Municipal CEI Doutel de Andrade, joga xadrez há 3 anos.

“Quando comecei, o que mais me chamava a atenção era o movimento das peças e com muito treinamento me tornei o melhor da turma”. contou Saulo. “Hoje já ganhei três partidas e perdi uma, mas com isso a gente aprende que a vida não é só ganhar, tem que aprender a perder”.

Lucas Eduardo de Andrade, 10 anos, da Escola Municipal CEI Eva da Silva, perdeu a primeira partida e aguardava a seguinte com ansiedade e treinando um pouco mais. “Sou exigente e cada vez que saio de uma partida preciso entender onde errei para melhorar”.

A professora Andrea Arten, que acompanhava o estudante, destacou a importância do torneio. “Aqui os estudantes podem experimentar ações como esperar, respeitar, valorizar, ser companheiro, ganhar e perder, o que completa o aprendizado”, afirmou Andrea.

Desde o início da década de 90, o xadrez faz parte das atividades dos estudantes da rede municipal. Atualmente, 3,5 mil estudantes das escolas municipais jogam xadrez em horário de contraturno escolar, nas escolas de educação integral ou no programa Comunidade Escola, nos fins de semana.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.