Música

Spotify deve ficar mais caro no Brasil; entenda

A plataforma anunciou o reajuste em todos os planos pagos

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do Canal Tech
Spotify deve ficar mais caro no Brasil; entenda
Os usuários antigos sofrerão o reajuste a partir de julho (Foto: Freepik)

3 de maio de 2021 - 10:45 - Atualizado em 3 de maio de 2021 - 10:45

O streaming de músicas e podcasts Spotify anunciou na última segunda-feira (26) que o plano Premium deve aumentar cerca 30% de seu valor. Os novos clientes, que assinarem a plataforma nos planos individual, duo, universitário e família deverão ser cobrados com o novo valor a partir desta semana. Os usuários antigos devem sofrer o reajuste em julho

Na nova tabela de preços, o plano Família aumentou em 29,7%, indo de R$ 26,90 para R$ 34,90, de acordo com o Canal Tech. A plataforma justificou o acréscimo como uma medida para continuar a levar “novos conteúdos e recursos” para os usuários. A justificativa vai de acordo com o discurso que o CEO da companhia, Daniel Ek, tem emitido. Em novembro, ele afirmou que o serviço passaria por mais reajustes para oferecer mais “conteúdo melhorado”.

Nos outros planos, os preços ficarão da seguinte forma:

  • Premium Individual: de R$ 16,90 por R$ 19,90 
  • Premium Duo: de R$ 21,90 por R$ 24,90 
  • Premium Universitário: de R$ 8,50 por R$ 9,90

O serviço de streaming já alcançou 155 milhões de usuários pagantes, que aumentaram 27% de crescimento em relação à última contagem. Mesmo assim, o aumento de assinantes não foi o suficiente para melhorar a situação financeira da empresa, que segue no vermelho

Em sua maioria, as assinaturas foram a maior fonte do Spotify em 2020. Neste ano, por isso, a expectativa é que a plataforma de streaming feche com cerca de 400 milhões de usuários ativos e ultrapasse os 158 milhões de euros em receita.