Música

Black Swan: Paranaense de 19 anos é a primeira idol de K-pop brasileira

O grupo também conta uma integrante natural do Senegal

Thiago
Thiago Barros / Editor-Chefe TOMMO
Black Swan: Paranaense de 19 anos é a primeira idol de K-pop brasileira
Foto: Reprodução/Instagram/Black Swan

13 de outubro de 2020 - 14:19 - Atualizado em 13 de outubro de 2020 - 14:36

Larissa Ayumi, conhecida artisticamente por Leia, irá fazer sua estreia no pop sul-coreano como integrante do girlgroup Black Swan, a curitibana de apenas 19 anos é a primeira brasileira a fazer parte de um grupo do gênero musical. Leia fará sua estreia com o grupo na próxima sexta-feira (16), o grupo lançará o primeiro álbum, intitulado ”Goodbye Rania”.

A posição de Leia no grupo é de rapper de apoio, vocalista e maknae (nome para definir a integrante mais jovem). O novo grupo Black Swan, é sucessor de RaNia, antigo grupo da DR Music, empresa responsável pelo Black Swan.

No Instagram oficial do Black Swan, Leia se apresentou como integrante em julho, publicando uma carta escrita em coreano e traduzida para o inglês, para os fãs.

View this post on Instagram

#라니아 #리사 #레아 #rania #Lisa #Leia

A post shared by Blackswan_블랙스완 (@blackswan___official) on

”Sinceramente? Meu coreano ainda não é perfeito, então talvez vocês não consigam entender meus sentimentos perfeitamente e minha gramática pode estar errada em alguns momentos. De qualquer forma, farei o meu melhor para falar e entender coreano”, escreveu a cantora.

”Nós nos preparamos muito no ano passado e esperamos entregar o melhor. Estamos praticando bastante com as novas integrantes. Nós vamos promover como o Black Swan, então enviem muito amor e nos desejem sorte! Eu trabalharei como Leia e não como Lisa”, completou. 

Além da brasileira, o grupo conta com Fatou, uma integrante negra, natural do Senegal. Não é incomum estrangeiros fazerem parte de grupos de K-pop. No entanto, a maioria dos idols não coreanos são japoneses ou tailandeses, como Lisa, do BLACKPINK.

A indústria do pop coreano, também conta com cantores americanos, como a Tiffany do SNSD, e australianos, como Felix e Bangchan, do Stray Kids. A maioria deles, pertecem a família sul-coreana.