Entretenimento

7 dias de apresentações na Bienal Internacional de Dança de Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

22 de abril de 2012 - 00:00 - Atualizado em 22 de abril de 2012 - 00:00

A Bienal Internacional de Dança de Curitiba foi iniciada neste domingo (22), às 10h, no Memorial de Curitiba, com apresentações de 12 das 27 companhias de dança nacionais e internacionais que participam do evento.

A Bienal acontece até 29 de abril, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, numa realização do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), da Fundação Cultural de Curitiba, Prefeitura Municipal, Ministério da Cultura e Governo Federal com patrocínio do Bradesco e da Nissan.

Sob a direção geral de Eleonora Greca, consagrada como primeira-bailarina do corpo de baile do Teatro Guaíra e com mais de 30 anos dedicados ao balé, a Bienal Internacional nasce com o objetivo de fazer a cidade voltar suas atenções a esse segmento artístico.

“Curitiba precisava de um momento da dança. Temos aqui uma demanda imensa. São muitas escolas, academias e um público que lota os teatros”, diz Eleonora. Sua expectativa é que a Bienal possibilite o encontro e o intercâmbio de informações entre os artistas da área. “O que mais importa é que essas pessoas se conheçam, troquem informações e fortaleçam ainda mais o segmento da dança na cidade”, afirma.

Estilos – Com o lema “A dança em todos os estilos”, a Bienal abrangerá diferentes modalidades da dança: clássica, contemporânea, danças urbanas, dança de salão, jazz dance e videodança. Os espetáculos acontecem no Teatro Guaíra (auditórios Bento Munhoz da Rocha Netto e Salvador de Ferrante), no Teatro da Reitoria da UFPR e no Teatro Londrina do Memorial de Curitiba, tendo como principais atrações as companhias internacionais Aspen Santa Fe Ballet (Estados Unidos), Polish Dance Theatre (Polônia), Solos de Stuttgart (Alemanha) e David Middendorp (Holanda).

Companhias – Entre as companhias nacionais, participam a Mote Cia. de Movimento (São Paulo), Mimulus Cia. de Dança (Minas Gerais), Cia. Mauricio de Oliveira & Siameses (São Paulo), Brazilian Groove Association (São Paulo) e Quasar Cia. de Dança (Goiás). De Curitiba participam a Minicomunidade Artística Couve-Flor, o Centro de Dança Eliane Fetzer, o Balé Teatro Guaíra, a G2 Cia. de Dança, a Téssera Cia. de Dança e a Cia. de Dança Masculina Jair Moraes, além dos 12 grupos locais que fazem a abertura no Memorial e apresentações compactas em diversos pontos da cidade.

Os ingressos para os espetáculos nos teatros serão vendidos a R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada). Para os participantes da Bienal e alunos das oficinas, os ingressos são gratuitos. Além dos palcos, as apresentações nos parques e praças do centro e dos bairros também possibilitam que o público acompanhe inúmeras atrações da Bienal gratuitamente.

Oficinas – As oficinas técnicas para bailarinos e coreógrafos serão realizadas na Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento e nas salas de balé do Teatro Guaíra. As inscrições, ao custo de R$ 15 por oficina, continuam abertas até o dia 22, na Casa Hoffmann, para alunos a partir de 14 anos, mediante apresentação de documento de identidade.

As palestras, no Teatro Londrina do Memorial de Curitiba, são gratuitas e abertas ao público em geral. Também faz parte da programação uma mostra de filmes sobre dança, com exibição na Cinemateca de Curitiba.

Todas as informações sobre a Bienal Internacional de Dança, a programação, as oficinas e as palestras programadas estão no site www.bienaldanca.org.br. Além de Eleonora Greca na direção geral, o evento conta com a direção de produção de Wanderley Lopes.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.