Entretenimento

Mick Fleetwood, do Fleetwood Mac, segue tendência e vende catálogo para a BMG

Reuters
Reuters
Mick Fleetwood, do Fleetwood Mac, segue tendência e vende catálogo para a BMG
Mick Fleetwood

14 de janeiro de 2021 - 20:10 - Atualizado em 14 de janeiro de 2021 - 20:15

LONDRES (Reuters) – O inglês Mick Fleetwood se tornou o último de uma série de músicos do Rock a fazer dinheiro com seu catálogo ao concordar nesta quinta-feira em vendê-lo para a gigante da indústria fonográfica BMG. 

O acordo dá à BMG, que é de propriedade do conglomerado de mídia alemão Bertelsmann AG, uma participação dos royalties de mais de 300 gravações, entre elas “Dreams” e “Go Your Own Way”, dois dos maiores sucessos do Fleetwood Mac, banda que ele ajudou a fundar em 1967. 

Os artistas Bob Dylan e Neil Young também fizeram recentemente acordos de direitos autorais enquanto a popularidade dos serviços de streaming garante que suas músicas possam chegar a novos públicos.

Fleetwood, de 73 anos, apareceu na rede social TikTok no ano passado após recriar sua própria versão de um vídeo viral no qual um skatista cantava a música “Dreams”, do ábum “Rumours”, de 1977, um dos mais vendidos da história. 

“Esse é um casamento maravilhosamente inspirador entre dois parceiros criativos que entendem todos os aspectos do negócio”, disse Fleetwood em nota.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH0D1OE-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.