Mauro Picini
Ligado em Você

Por Mauro Picini

Entretenimento
Mauro Picini

Plantio de Ipê homenageia a “telebonita” Jussara Garcia

A árvore foi plantada pelo marido, Heraldo, e pelos dois filhos

Plantio de Ipê homenageia a “telebonita” Jussara Garcia
Foto: Assessoria de Comunicação HMCC

27 de setembro de 2021 - 14:04 - Atualizado em 27 de setembro de 2021 - 14:05

A manhã de sábado (25), foi de muita emoção no Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC). Familiares e amigos da telefonista Jussara Garcia estiveram no Centro Clínico para lembrar do primeiro ano do falecimento da eterna ‘telebonita’ em decorrência da covid-19.

Seguindo a linha do projeto de plantio de mudas de árvores da Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, que tem como objetivo homenagear as pessoas que perderam a vida pela doença, o HMCC, na semana em que se comemorou o Dia da Árvore, convidou familiares e as colegas de trabalho para uma homenagem: a entrega de uma biografia sobre a vida da Juju e também o plantio de um Ipê Amarelo.

“2020 não foi um ano fácil, tivemos muitos momentos difíceis, e a perda da Jussara sem dúvida foi um dos piores. As árvores são sinônimos de vida, e o plantio desse Ipê Amarelo será para sempre uma lembrança para todos da alegria da Jussara pelos corredores do Hospital”,

iniciou o diretor superintendente do HMCC, Fernando Cossa.

Para o marido, Heraldo Garcia, este singelo gesto de carinho faz muita diferença. “Jussara amava este lugar, ela adorava trabalhar aqui, e desde o tempo do Hospital de Itaipu, quando ela descobriu a telefonia, ela se apaixonou. De todo coração muito obrigado”, disse emocionado.

O irmão, Marcos Teixeira, também não conteve as lágrimas. “Estamos muito honrados por tudo isso que vocês fizeram”, frisou Marcos que continuou: “Em minhas caminhadas diárias, tenho passado aqui pelo hospital e orado para que vocês continuem com vossas missões, nestes momentos tão difíceis que estamos vivendo, mas a luta continua, e sei que vocês estão fazendo a diferença”, agradeceu.

A árvore foi plantada pelo marido, Heraldo, e pelos dois filhos, Pedro e João. Junto ao Ipê foi instalada uma placa com o nome da Juju, data do plantio e a espécie da árvore. O livro foi entregue como um presente para os familiares e para as amigas de trabalho.