Mauro Picini
Ligado em Você

Por Mauro Picini

Entretenimento
Mauro Picini

Ministério do Turismo aprova entrada de estrangeiros no Brasil com comprovante de vacinação contra a Covid-19

Pedido foi feito pela Secretaria de Turismo e Projetos Estratégicos visando retomar o mercado internacional do turismo na cidade

Ministério do Turismo aprova entrada de estrangeiros no Brasil com  comprovante de vacinação contra a Covid-19
Foto: Christian Rizzi

26 de janeiro de 2021 - 11:42 - Atualizado em 26 de janeiro de 2021 - 11:42

O Ministério do Turismo acatou a proposta de Foz do Iguaçu de entrada de turista estrangeiro se apresentar o comprovante da vacinação contra o coronavírus. Em ofício, o ministro Gilson Machado solicitou consulta aos demais ministérios (Saúde, Justiça e Segurança Pública e Casa Civil).

A proposta da Secretaria de Turismo e Projetos Estratégicos aponta o comprovante de vacinação como alternativa válida para a entrada de viajantes no País. “A exigência atual e a própria situação da pandemia dificulta a vinda de turistas, mas a chegada da vacina dá esperança e tranquiliza os viajantes estrangeiros”, disse o secretário Paulo Angeli.

Foz do Iguaçu, disse Angeli, foi a única cidade turística a solicitar a adoção da medida. “Pedimos ao ministro que intercedesse para que o comprovante de vacinação também fosse válido como um documento para a entrada de turistas estrangeiros e não somente o teste da covid”.

“A proposta foi acatada e será enviada para aprovação dos demais ministérios. Isso é muito bom para a cidade, que precisa voltar a crescer com o turismo e a vinda de estrangeiros”, completou

Segurança sanitária

A medida pode ampliar a visitação do turista estrangeiro com a devida segurança sanitária exigida. “Com a cobertura da vacinação em países europeus e norte-americanos, vamos aumentar as expectativas de retomada do mercado internacional, mesmo que seja a partir do segundo semestre de 2021”, explica Paulo Angeli.

O documento destaca que Foz do Iguaçu é um dos destinos mais afetados com a pandemia, e que o turismo – principal atividade econômica e que responde por mais de 50% do Produto Interno Bruto municipal – sofreu forte impacto com as medidas restritivas para o enfrentamento da pandemia.

Outro trecho do ofício ressalta que os números da visitação em 2020 nos principais atrativos do destino (Cataratas do Iguaçu e Itaipu) são comparados ao desempenho do início do século – “perto de um quarto dos mais de dois milhões que foram ao Parque Nacional do Iguaçu em 2019”.

Declaração

Atualmente, a portaria 630 do Diário Oficial da União determina que, para entrar no país, brasileiros retornando ao Brasil e estrangeiros em visita devem apresentar à empresa aérea no embarque o exame PCR negativo para covid-19, realizado com 72 horas antes do embarque, e a Declaração de Saúde do Viajante.

Na declaração o passageiro também precisa concordar com as medidas sanitárias vigentes no Brasil e comprometer-se a cumpri-las. EUA, Reino Unido, Israel, China, Rússia, Itália, México, Chile e Argentina são alguns dos países que já começaram a imunizar suas populações.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.