Mauro Picini
Ligado em Você

Por Mauro Picini

Entretenimento
Mauro Picini

Indicadores de agosto confirmam retomada do turismo em Foz do Iguaçu

Movimentação no aeroporto internacional foi a terceira melhor do ano, segundo levantamento da Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos

Indicadores de agosto confirmam retomada do turismo em Foz do Iguaçu
Foto: AEN

17 de setembro de 2021 - 16:26 - Atualizado em 17 de setembro de 2021 - 16:26

Os indicadores da movimentação de passageiros no Aeroporto e na Rodoviária e ingressos nos atrativos em agosto, reforçam a retomada do turismo de Foz do Iguaçu. Mesmo sendo na baixa temporada, levantamento da Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos confirma que o setor teve um desempenho no período, superior aos meses anteriores, exceto aqueles de alta temporada (janeiro e julho).

O principal segmento econômico de Foz do Iguaçu, incluindo as atividades correlatas, foi o mais afetado pela pandemia da covid-19. A partir de março do ano passado, uma série de situações levou ao cancelamento de viagens, voos e de reservas nos hotéis. Após duas ondas fortes da doença, o destino começou em maio a dar os primeiros sinais de segurança.

“Foz do Iguaçu se preparou para este momento. Mesmo antes dos primeiros casos, criamos protocolos sanitários e avançamos na vacinação contra a doença”, disse o prefeito Chico Brasileiro, ao comentar os números captados pela Secretaria de Turismo. E completou: “Os resultados agora começam a aparecer”.

Passageiros

A movimentação em agosto, no aeroporto internacional, foi a terceira melhor do ano. No período, 86.209 pessoas passaram pelo terminal, segundo dados da Infraero. O total de embarques e desembarques está bem próximo dos registrados em janeiro e julho – 95.100 e 89.787, respectivamente. No comparativo com agosto do ano passado, com 16.371 passageiros, o aumento foi de 427%.

Na rodoviária, agosto foi o melhor mês do ano, superando meses fortes na movimentação de passageiros – janeiro com 49.879 e julho com 50.523 embarques e desembarques. No comparativo do mesmo período do ano passado, quando 16.726 chegaram ou saíram de Foz do Iguaçu pela rodoviária, o aumento foi de 217%.

Na BR-277, principal acesso rodoviário do município, a circulação de veículos de passeios registrou aumento de 48% no comparativo a agosto do ano passado. Este ano, 254.143 carros pequenos passaram pela praça de pedágio de São Miguel do Iguaçu no período, segundo a Ecocataratas.

Atrativos

O Parque Nacional do Iguaçu recebeu 45.996 turistas em agosto. O desempenho só ficou abaixo aos meses de janeiro e julho, com 75.138 e 56.819 ingressos, respectivamente. No acumulado do ano, segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), 286.543 pessoas foram até o atrativo na fronteira do Brasil com a Argentina.

O Complexo Turístico Itaipu também registrou em agosto o terceiro melhor mês do ano. No período, os atrativos próximos à usina receberam 22.184 visitantes, atrás apenas de janeiro com 32.452 ingressos e julho, com 30.025 turistas. Nos oito primeiros meses do ano, 147.074 pessoas foram até a usina.

Tríplice Fronteira

Em agosto, o complexo turístico do Marco das 3 Fronteiras recebeu 22.586 visitantes, terceiro melhor mês do ano, atrás de janeiro com 29.814 ingressos e julho, com 26.686 visitantes. No ano, 138.420 turistas visitaram o atrativo, próximo ao encontro dos rios Iguaçu e Paraná, que delimitam a tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

A rede hoteleira de Foz do Iguaçu, formada por 30 mil leitos, também indicou a retomada do setor. Em agosto, a ocupação dos hotéis, hostals e pousadas ficou acima de 32,5%, atrás apenas de julho, quando a ocupação média chegou a 35,5%. A informação tem como base os dados informados pelo Sindicato de Hotéis e levantamento feito pela Secretaria de Turismo.