Entretenimento

Em Brasília, PTI-BR participa de agenda para impulsionar o desenvolvimento de soluções para Cidades Inteligentes no Brasil

Encontro realizado entre o Parque Tecnológico, Ministério da Economia, ABDI e Itaipu Binacional teve como objetivo discutir a ampliação dos trabalhos voltados para a temática.

Em Brasília, PTI-BR participa de agenda para impulsionar o desenvolvimento de soluções para Cidades Inteligentes no Brasil
Foto: Pixabay

19 de outubro de 2021 - 16:05 - Atualizado em 19 de outubro de 2021 - 16:05

Uma comitiva do Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR), está em Brasília, para uma série de agendas e reuniões estratégicas voltas para as áreas de tecnologia e inovação. Com a proposta de impulsionar o desenvolvimento de Cidades Inteligentes no Brasil, o primeiro encontro ocorreu na manhã desta última segunda-feira (18), com o Ministério da Economia, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e a Itaipu Binacional.

Participaram o diretor superintendente do PTI-BR, general Eduardo Garrido, o gestor do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), Alisson Rodrigues Alves, o gestor do Centro de Competência de Inteligência Territorial (IT) Rolf Massao Satake Gugisch, o gestor do Centro de Tecnologias Abertas e IoT (TA), Willbur Souza e a analista Loise Schwarzbach.

Durante a reunião, o diretor superintendente, apresentou aos participantes as principais iniciativas promovidas pelo Parque Tecnológico e destacou o trabalho voltado ao viés de tecnologias inteligentes. “Estamos atuando para que Foz do Iguaçu seja uma grande área de Sandbox para Cidades Inteligentes, que promova a inovação e estimule a geração de novos negócios”, afirmou. “Um projeto dessa natureza possui uma aplicabilidade e replicabilidade muito grande, que pode ser expandido e resultar em melhorias para a qualidade de vida e o bem-estar da população de diversas regiões do Brasil”, destacou.

Mais desenvolvimento

O Presidente da ABDI, Igor Calvet, comentou de forma positiva a realização da reunião, demonstrando o potencial de uma cooperação mais aprofundada com o Parque Tecnológico Itaipu.

“Já temos uma cooperação bastante sólida na área de Cidades Inteligentes e a partir daqui seguimos para uma agenda de aprofundamento de possíveis ações na área de transformação digital. Com isso vamos expandir os horizontes tanto da ABDI quanto do PTI na sua área de atuação”, disse. “Em especial, a um evento que faremos em parceria com o Ministério da Economia para mostrar a gestores municipais, as possíveis interações e produtos que podemos oferecer na área de cidades inteligentes”, complementou.

O Secretário Especial de Produtividade e Competitividade (SEPEC) do Ministério da Economia, Carlos Alexandre Jorge da Costa, em participação online, se mostrou surpreso com tudo o que já foi feito e com o potencial dessas iniciativas. “A nossa missão como SEPEC é fazer com que as nossas empresas sejam capazes de absorver tecnologia nacional ou internacional e transformar em mais e melhores serviços para a população”, afirmou. “Construir pilotos que sejam escaláveis em todo o país e concentrar esforços nessa vitrine de soluções para que prefeitos de qualquer cidade do Brasil possam implementar essas soluções”, concluiu.

Participações

Também participaram de forma online, representando a Itaipu, o diretor financeiro executivo, almirante Anatalicio Risden Junior e o assessor especial da diretoria financeira executiva, comandante Felipe Moreira Ferrão e demais representantes da equipe do Ministério da Economia.