Mauro Picini
Ligado em Você

Por Mauro Picini

Entretenimento
Mauro Picini

Biopark doa área de 37,3 mil m² para construção de Complexo Universitário da UTFPR

Anúncio dessa quarta-feira (2) consolida o Biopark como grande impulsionador da educação na Região Oeste

Biopark doa área de 37,3 mil m² para construção de Complexo Universitário da UTFPR

14 de setembro de 2020 - 17:23 - Atualizado em 14 de setembro de 2020 - 17:23

Em cerimônia virtual realizada nessa quarta-feira (2) o Biopark formalizou a doação de uma área de 37.375 m² para a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) – Câmpus Toledo. Participaram do momento o Presidente do Biopark, Luiz Donaduzzi, o Reitor da UTFPR, Luiz Alberto Pilatti, a Vice-Reitora Vanessa Ishikawa Rasoto, o Pró-Reitor de Relações Empresariais e Comunitárias da UTFPR, Douglas Paulo Bertrand Renaux, o Diretor-Geral do Campus Toledo, Rodolfo Eduardo Vertuan, entre outros representantes da Instituição, autoridades municipais, imprensa e convidados.

De acordo com Luiz Donaduzzi, a doação do terreno para a UTFPR contribui com toda a Região Oeste. “A educação foi a área precursora do Biopark e é determinante para promovermos uma transformação da nossa realidade. Entendemos que a construção de um Complexo para a UTFPR pode somar muito com a formação de mão de obra qualificada, beneficiando a Região”, explica.

A previsão é que a UTFPR inicie a edificação do primeiro bloco em 2022, transferindo as atividades letivas já em andamento assim que esse estiver finalizado. “Nesse espaço teremos atividades de inovação e pós-graduação. Estando em um Parque Tecnológico, o nosso grande entendimento é que devemos promover a interação com as empresas e as pessoas”, explica o reitor da UTFPR, Luiz Alberto Pilatti.

Com o Biopark, a Instituição já mantém o Mestrado Profissional em Tecnologias em Biociências (PPGBio) e um laboratório que desenvolve pesquisas na área de Manufatura Aditiva. “Nos últimos dois anos a relação entre o Biopark e a UTFPR têm sido bastante profícua”, destaca o Pró-Reitor de Relações Empresariais e Comunitárias da UTFPR, Professor Douglas Paulo Bertrand Renaux.

Além do Contrato de Doação, foi apresentado um Protocolo de Intenções para a implantação de cursos na área da Tecnologia da Informação, sendo que o primeiro deles, uma pós-graduação na área de Ciência de Dados e Inteligência Competitiva, deve iniciar em março de 2021. “O Biopark tem uma capacidade fantástica de reter os cérebros da região. Para isso, nos propomos a dar condições para que as pessoas fiquem aqui. A doação que anunciamos hoje, é mais um importante passo para esse objetivo”, ressalta Donaduzzi.

O Reitor da UTFPR enfatizou o momento como sendo histórico. “Acreditamos na seriedade desse projeto, que é um projeto do Paraná e do Brasil. É nessa iniciativa fantástica, coroada de sucesso, que estamos fincando bandeira hoje. A inovação e a tecnologia são coisas que o país precisa, é um momento histórico, de transformação”, comenta Pilati.

Educação no Biopark

Além da UTFPR, outras três instituições de ensino já atuam no Ecossistema. A Universidade Federal do Paraná (UFPR) Câmpus Toledo está instalada no local – a área e o prédio onde, desde 2018, está em andamento o curso de Medicina, foram doados pelos empreendedores Carmen e Luiz Donaduzzi. O Instituto Federal do Paraná (IFPR) mantém em parceria com o Biopark um Centro de Referência e realiza o curso Técnico em Desenvolvimento de Sistemas. Além dessas, o Parque possui iniciativas próprias de ensino com cursos técnicos, de graduação e pós-graduação.

Desenvolvimento do Ecossistema

Fundado em 2016, o Biopark já conta com mais de 70 negócios gerando aproximadamente 300 empregos diretos. Além disso, os investimentos no Empreendimento somam mais R$ 300 milhões, entre eles, um Centro de Distribuição de Medicamentos da Prati-Donaduzzi, que já está com as obras avançadas, e um Complexo Hospitalar do Grupo Sempre Vida.