Entretenimento

Luan Santana lança ‘confraternização’, projeto gravado em sítio no Paraná

Confraternização Família Santana, de Luan Santana, vai ser lançado em três EPs, acompanhados de clipes especiais.

Lucas
Lucas Sarzi
Luan Santana lança ‘confraternização’, projeto gravado em sítio no Paraná
Foto: Divulgação.

28 de agosto de 2020 - 02:12 - Atualizado em 28 de agosto de 2020 - 02:16

Quem não gosta de juntar a família, fazer uma boa festa e ouvir e cantar aqueles modões sertanejos? A pandemia do novo coronavírus nos tirou, temporariamente, esse prazer. Mas foi pensando nisso que Luan Santana resolveu abrir a intimidade de sua família e lança, nesta sexta-feira (28), um projeto totalmente diferente, o Confraternização Família Santana.

O projeto, que foi gravado de forma despretenciosa numa das confraternizações familiares de Luan Santana num sítio em Porecatu, no Paraná, ganhou vida justamente num momento em que estamos carentes de afeto. Luan Santana mostra ao público um registro ao lado dos seus pais, tios, irmã, noiva e primos, em dezembro do ano passado, em uma pausa para descanso em seu refúgio.

capa-confraternizacao-luan-santana
Foto: Divulgação.

Como nasceu a Confraternização Família Santana?

Luan Santana convidou alguns de seus músicos, que são moradores da região de Londrina, para tocar e jogar conversa fora ao lado de sua família. A ideia era engatar um repertório só de modão e deixar a coisa fluir. “E se a gente reunisse a família e os amigos que estão por perto para um modão lá no sítio?”, falou o cantor na ocasião.

Os registros feitos foram parar nas mãos de Gui Dalzoto, que também gravou a cena toda e trabalhou na montagem e edição das imagens. Alguns frames foram pipocando, na época, pelas redes sociais do artista, mas a repercussão alimentou a iniciativa de dar um acabamento de estúdio àquela despretensiosa roda de amigos e familiares, para disponibilizar toda a apresentação ao público.

Em meio à pandemia, Luan sentiu vontade de alimentar seus fãs com algo diferente e nasceu daí a Confraternização Família Santana, batismo que é uma remissão às nostálgicas etiquetinhas que identificavam as gravações caseiras da saudosa fita K-7. O cantor, aos 29 anos, teve a chance de conhecer o objeto graças ao pai, que gravou os primeiros registros do talento que já via no filho desde muito pequeno.

Ouça a primeira parte da Confraternização Família Santana

Luan Santana gravou, ao todo, 17 músicas, que renderam 3 EPS: dois discos com seis músicas e um com cinco. Ao todo, vão ser nove semanas de lançamentos: a cada quatro dias, um vídeo intimista, mostrando Luan cantando em meio a momentos com a família.

Dizem que quem faz o que gosta não trabalha, pois a profissão é um prazer que pode soar como lazer, né? Esse talvez possa ser o caso de Luan.

Embora estivessem em Porecatu fazendo música, profissão de todos, a lazer, a intenção de promover um encontro sem compromisso com horário, contratante ou gravadora, rendeu um repertório igualmente despretensioso, desses que se toca entre amigos e ao gosto da família.

Luan Santana como ele realmente é: caseiro e familiar

O novo álbum é a celebração de um rapaz que nasceu nos anos 1990 e cujo sucesso é fruto da viralização promovida pela internet, sem jamais ignorar as raízes que o levaram até o posto de que desfruta hoje. Luan Santana sempre foi um rapaz que valoriza muito sua família e os momentos íntimos.

O repertório da “Confraternização” foi pensado, ainda que sem pensar, justamente para reafirmar a valorização ao seu berço. Luan traz músicas que embalaram a vida da maioria dos brasileiros, principalmente daqueles que cresceram com suas famílias nos sítios espalhados pelo país.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.