Livros

Livro conta histórias de dependentes químicos e a luta contra a adicção

Em “Continue Voltando”, 12 pessoas contam suas relações com a droga e a batalha para não retornarem o vício

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Livro conta histórias de dependentes químicos e a luta contra a adicção
(Foto: Divulgação)

26 de abril de 2021 - 14:15 - Atualizado em 26 de abril de 2021 - 14:15

“Se tem uma coisa a que eu tenho muito respeito, é a droga. Não tenho só medo, tenho respeito. Eu tenho que respeitar porque ela é algo que comanda a minha vida se eu permitir”. São trechos como esse que dão o tom de “Continue Voltando: histórias de recuperação” (Clube de Autores), livro que reúne as experiências de pessoas adictas com a droga e com a própria dependência química.

A obra reúne 12 histórias de recuperação e faz um paralelo com os programas de 12 passos como Narcóticos Anônimos (NA), irmandade sem fins lucrativos que ajuda dependentes químicos nos mais diferentes quadros da doença. Os relatos foram escritos após uma série de encontros entre o jornalista e escritor Lucas Jensen e as personagens do livro, que tiveram a liberdade de contar as histórias livremente, sem interferência ou interrupções. A ideia surgiu para Jensen ainda durante a faculdade de Jornalismo, após uma reportagem sobre a irmandade.

“O livro foi pensado logo de início para ter 12 histórias, porque eu queria fazer o paralelo com os passos e encaixar cada um em uma etapa e criar uma narrativa maior. O leitor vai perceber que cada história tem um aspecto que se assemelha a esses passos”,

explica Jensen.

De acordo com o autor, a escolha de usar relatos orais surgiu pela grandeza das próprias histórias de cada uma das pessoas e para que o leitor consiga visualizar os indivíduos mesmo sem conhecê-los. A inspiração veio pelo estilo de escrita da escritora bielorrussa Svetlana Aleksiévitch, autora de “Vozes de Tchernóbil” (Companhia das Letras), que também utiliza a mesma técnica para contar histórias de sobreviventes da tragédia nuclear.

“As entrevistas foram tão ricas e tão engrandecedoras que sinto que qualquer coisa que eu escrevesse não iria fazer jus às histórias e à profundidade de cada um. Eu realmente consegui me enxergar nas vivências, mesmo que tão diferentes da minha, mas as lutas internas, os sentimentos, as reações, são todas muito humanas”, diz.

O livro foge de histórias focadas apenas na recuperação e mostra a trajetória das pessoas para continuarem sóbrias. O autor espera que a obra possa trazer identificação e clareza para quem ainda tem preconceito com adictos. “Eu percebi que todos somos um pouco adictos de alguma coisa. Comida, pessoas, tecnologia, trabalho, todos temos algo que somos ‘escravos’ e essa é a definição de adicto. Eu sinceramente espero que quem ler possa se identificar, se emocionar, se informar e mudar o pensamento sobre a adicção e a dependência química. Todos ali são membros produtivos da sociedade e, mais do que isso, são vencedores em suas próprias histórias, que ainda não acabaram, pois é só por hoje. A única garantia que todos temos diariamente é continuar voltando, continuar tentando, continuar melhorando e seguindo em frente”, diz.

Serviço

“Continue Voltando: Histórias de Recuperação”
Disponível nos sites da AmazonLivraria CulturaClube de Autores, entre outros, nas versões impressa (R$ 46,77) e digital (R$ 25,19)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.