Livros

Horas dormidas

Gotas exsudam das pétalas.

Horas dormidas

20 de fevereiro de 2020 - 00:00 - Atualizado em 5 de junho de 2020 - 11:26

No inusitado, te encontro.

Gotas exsudam das pétalas.

É rosa rara que brota vigorosa.

Rendo-me à candura que verte.

 

Embala meus sonhos no vento.

Suporta as intempéries da vida.

Dança ao sabor da brisa fresca.

Da maresia, tira o sustento.

 

Retrocedo e paro no agora.

Inalo todo aroma que escorre.

Sinto na língua o doce existencial.

Nas pétalas, há um pouco de mim.

 

Ser é a soma de minúcias.

Polinizo o núcleo com amor.

O tempo faz a vida supersônica.

Andar nas nuvens ainda é possível.

 

Há um ritual na raridade.

No verde da rosa a esperança.

Renovo meus votos de fantasias.

Sou poeta das horas dormidas.

 

Jossan Karsten

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.