Entretenimento

Justiça de NY conclui que Cuba Gooding Jr. é responsável em caso de estupro

Reuters
Reuters
Justiça de NY conclui que Cuba Gooding Jr. é responsável em caso de estupro
Ator Cuba Gooding Jr. em Nova York

29 de julho de 2021 - 20:36 - Atualizado em 29 de julho de 2021 - 20:40

Por Jonathan Stempel

NOVA YORK (Reuters) – Um juiz norte-americano concluiu nesta quinta-feira que o ator Cuba Gooding Jr. é responsável em um processo civil aberto por uma mulher que o acusou de estuprá-la duas vezes em um hotel em Manhattan em 2013, após Gooding não responder às acusações no tribunal.

O juiz distrital Paul Crotty de Manhattan realizou um julgamento à revelia para decidir a responsabilidade de Gooding em relação à pleiteante, conhecida como Jane Doe, sem abordar os méritos das acusações da vítima.

“O réu falhou completamente em participar deste caso”, tornando sua não participação “intencional”, disse Crotty. 

Gooding, de 53 anos, terá a chance de argumentar que Doe merece menos do que os 6 milhões de dólares que buscou em sua última queixa à Justiça em agosto por danos físicos e psicológicos, assim como por danos morais. Crotty ordenou que Gooding Jr. se pronuncie sobre o caso até o dia 7 de setembro. 

Os representantes de Gooding não responderam imediatamente a pedidos por comentários. 

“O sr. Gooding falhou em responder às sérias acusações feitas pela nossa cliente”, afirmou a advogada de Doe, Gloria Allred, em nota.

Gooding ganhou um Oscar de Melhor Ator Coadjuvante em 1997 pelo filme “Jerry Maguire”, e interpretou O.J. Simpson na minissérie televisiva “O Povo contra O.J. Simpson”.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6S1JR-BASEIMAGE