Entretenimento

Gerard Depardieu está sendo investigado por violência sexual, diz fonte judicial

Reuters
Reuters
Gerard Depardieu está sendo investigado por violência sexual, diz fonte judicial
Depardieu durante Festival de Berlim

23 de fevereiro de 2021 - 17:01 - Atualizado em 23 de fevereiro de 2021 - 17:05

PARIS (Reuters) – O ator francês Gerard Depardieu foi colocado sob investigação formal por acusações de estupro e violência sexual em dezembro do ano passado, disse uma fonte judicial à Reuters nesta terça-feira.

Um advogado que representa o ator não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. A fonte judicial afirmou que Depardieu não foi detido nem precisou pagar fiança.

Um dos atores mais conhecidos da França, Depardieu estrelou cerca de 170 filmes ao longo de sua carreira. Ele ganhou reconhecimento internacional com papéis na comédia “Green Card – Passaporte para o Amor” e em “Cyrano de Bergerac”.

Em 2019, promotores franceses disseram que haviam arquivado uma investigação sobre acusações de estupro contra Depardieu, citando evidências insuficientes.

A fonte não deu mais detalhes sobre as acusações.

Em 2012, Depardieu teve um desentendimento público com o governo socialista da França na época, acusando os governantes de suprimir talentos com os impostos que cobrava dos altos salários.

Ele disse que estava entregando seu passaporte francês e se mudando para uma casa que havia comprado na Bélgica.

Em 2013, o presidente russo, Vladimir Putin, concedeu a Depardieu a cidadania russa. O ator recebeu pessoalmente seu novo passaporte de Putin, na residência do líder russo na costa do Mar Negro.

(Reportagem de Benoit Van Overstraten e Tangi Salaun)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH1M1CN-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.