Famosos

Prefeitura pede penhora de bens do cantor Roberto Carlos

Em nota enviada ao R7, a equipe do cantor Roberto Carlos disse que o valor do IPTU já foi parcelado e teve a sua primeira parcela quitada

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do R7
Prefeitura pede penhora de bens do cantor Roberto Carlos
Foto: AgNews

10 de novembro de 2020 - 13:54 - Atualizado em 10 de novembro de 2020 - 13:54

Nesta terça-feira (10), o jornalista Rogério Gentile divulgou que a Prefeitura de São Paulo pediu a penhora dos bens do cantor Roberto Carlos por conta de uma dívida de IPTU que já estaria avaliada em quase R$ 45 mil. A informação também foi confirmada pelo R7.

Apartamento do cantor Roberto Carlos está emprestado a Ed Carlos

O imóvel em questão está localizado no Cambuci, região central de São Paulo, e no local funciona um restaurante do cantor Ed Carlos. Em 2005, o cantor, que encerrou a carreira aos 35 anos, sofreu um AVC – mesma época em que a então dona do imóvel rescindiu o contrato de locação.

Assim que soube da situação, Roberto Carlos comprou o edifício de três andares, e o cedeu ao amigo Ed Carlos sem nenhuma cobrança de aluguel.

No passado, a Prefeitura entrou na Justiça contra o Rei para cobrar uma dívida referente a dez prestações não pagas do IPTU em 2018, que, segundo a assessoria de Roberto, deveriam ter sido pagas pelo morador.

Em nota, a equipe do cantor Roberto Carlos disse que o valor do IPTU já foi parcelado e teve a sua primeira parcela quitada. Leia a nota da assessoria do cantor Roberto Carlos:

A assessoria do artista Roberto Carlos vem esclarecer que o imóvel localizado em São Paulo capital, que foi noticiado ontem nos veículos de comunicação, com  penhora por falta de pagamento de IPTU de fato pertence ao artista, e que foi gentilmente cedido ao amigo Ed Carlos, sem nenhuma cobrança de aluguel.  Ficando combinado entre as partes, que as despesas de IPTU, luz, água e gás, e de  responsabilidade do morador. assim como sempre honrou os pagamentos de todas as taxas, durante todo o tempo que ocupou o imóvel. O valor devido do IPTU em questão, foi devidamente parcelado e teve a sua primeira parcela quitada ontem pela senhora Vânia, esposa do  Ed Carlos“.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.