Entretenimento

Ex-empresário de Cristiano Araújo morre após ser baleado no Rio

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

24 de maio de 2017 - 00:00 - Atualizado em 24 de maio de 2017 - 00:00

Empresário Didi Latino levou quatro tiros (Foto: Reprodução/Instagram Felipe Araújo)

Didi Latino foi encontrado ferido e com as roupas sujas de sangue, caminhando por uma rodovia do estado

O ex-empresário do cantor sertanejo Cristiano Araújo, D’Stefany Vaquero Lima, de 32 anos, conhecido como Didi Latino, morreu, na madrugada desta quarta-feira (24), em Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Policiais militares o encontraram caminhando pela Rodovia Rio-Santos, com as roupas cobertas de sangue. Ele estava ferido com quatro perfurações de bala.

De acordo com os policiais, Didi falava coisas sem sentido e não conseguiu explicar o que aconteceu. Ele foi levado para o Hospital Municial Victor de Souza Breves, onde acabou morrendo. O crime está sendo investigado pela 165ª Delegacia da Polícia Civil, em Mangaratiba.

O também cantor Felipe Araújo, Irmão de Cristiano Araújo, lamentou a morte do empresário em seu perfil no Instagram. “Que Deus te abençoe por onde for, pastor. Descanse em paz”, escreveu.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.