Entretenimento

Don’t stop the music: conheça o DJ Terry

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Don’t stop the music: conheça o DJ Terry

28 de setembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 28 de setembro de 2019 - 00:00

DJ Terry

Com mais de 20 anos de experiência, o DJ Terry, à frente da empresa Terry Produções Musicais, é categórico sobre a importância da trilha sonora para um evento: “A festa está na mão do DJ: outros itens do evento são importantes, como uma boa comida e a decoração, mas, se o DJ não for bem, estraga o clima e reduz o tempo de festa. Um bom DJ faz com que a festa se estenda o máximo possível”, avalia.

Seja somente como DJ ou na versão live, com a participação ao vivo de sax, percussão, guitarra, violino ou outros instrumentos, a empresa sempre atua baseada nas premissas de qualidade, profissionalismo e comprometimento. Além disso, oferece, ainda, músicos e assessoria musical completa para celebrações religiosas.

E, para deixar a trilha sonora perfeita para qualquer evento, o DJ Terry dá, a seguir, dicas valiosas de preparação e concepção musical:

Quais são os primeiros passos para pensar a trilha sonora de uma festa?
É importante definir qual será o tipo de festa – casamento, festa de 15 anos, evento corporativo, etc. –, se tem um tema, o que se espera e qual é o público do evento. A partir disso, a gente pensa a trilha sonora, porque gosto e sempre gostei de fazer um produto bem personalizado, de acordo com o gosto do cliente.

É preciso ficar dentro de um único gênero? Ou tem como mesclar diversos gêneros em uma mesma playlist?
O ideal é fazer uma festa mesclada, a não ser que seja um evento temático, como uma festa anos 1980. Mas, por experiência, mesmo assim, seria uma grande porcentagem de músicas dos anos 1980 com um pouco de tudo, porque chega um momento em que o público quer curtir outros gêneros. Para mesclar, tem que ter bom senso e experiência. Antes de trabalhar como DJ, sempre trabalhei com banda ao vivo, fazendo vários eventos, de todos os tipos, como músico, produtor e empresário. Isso facilita na hora de entender a festa e buscar o melhor repertório.

Como fazer uma playlist que agrade a todos?
É fazer a equação do gosto do cliente com a experiência que eu tenho com eventos. É importante que as pessoas estejam conscientes de que nem só o gosto delas fazem uma pista animada – e é fundamental pensar nos convidados –, assim como na hora de elaborar o cardápio e escolher as bebidas. 

Pela minha experiência, eu já sei se as indicações do cliente vão agradar ao público ou não. Mesmo que o cliente não goste muito de ouvir determinado gênero musical, na reunião de briefing, eu explico a importância de se diversificar e, no evento, a gente procura mesclar e colocar as músicas de acordo com o feeling do momento, da pista e da festa. Assim, agrada-se a todo mundo.

Queremos fazer o melhor pela festa: que ela seja única para agradar àquele cliente e a seu grupo de convidados. Já fiz várias festas para o mesmo grupo e cada dia é um dia e cada festa é uma festa. Cada uma tem a sua história. E isso faz com que quem antes é cliente torne-se depois amigo e nosso Relações Públicas, porque acaba sempre nos indicando (risos). Isso é uma grande satisfação.

Terry Produções Musicais

Tel.: (41) 9 9112-7289
djterry.com.br
@djterry.producoes 
/TerrySantos

O post Don’t stop the music: conheça o DJ Terry apareceu primeiro em TOPVIEW.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.