Entretenimento

Diretora de 89 anos falta a almoço do Oscar e manda totem no lugar

TOMMO
TOMMO
Diretora de 89 anos falta a almoço do Oscar e manda totem no lugar

7 de fevereiro de 2018 - 14:18 - Atualizado em 7 de fevereiro de 2018 - 14:18

Na segunda-feira (6), a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA realizou o tradicional almoço dos indicados ao Oscar. A foto reuniu quase todos nomeados, mas um deles não pôde ir e arrumou uma solução criativa para a ausência. Agnes Varda, diretora de 89 anos do documentário Olhares Lugares, enviou um totem de papelão de corpo inteiro para o local e roubou a cena.

O representantes da artista no local foi o artista JR, que colaborou com ela no filme. Ele posou ao lado do totem e o carregou durante toda cerimônia.

Reconhecida pelo movimento novelle vague na França, Agnes já foi homenageada com um Oscar honorário no último mês de novembro.

Apesar do reconhecimento, a diretora costuma ser uma ferrenha crítica do Oscar. Ao ganhar essa estatueta, ela se recusou a ir recebê-la por considerá-la um prêmio de consolação.

— É ridículo, sou conhecida e ainda sou pobre, atraio poucos espectadores, os meus filmes não dão muito nas bilheteiras. É uma espécie de consolo. A minha filha disse-me que eu deveria ir. Mas não é o verdadeiro Oscar. Não é sequer entregue em fevereiro, é em novembro. É o Oscar dos pobres. Estou lisonjeada, mas não tanto.

Nascida na Bélgica em 1928, Agnes é famosa pelas fotografias, filmes e instalações que abordam questões referentes à realidade, ao feminismo e ao comentário social.

Do R7