Cultura

Primeira mostra de teatro apenas com artistas afro-brasileiros começa nesta quinta (23)

A programação se estenderá até 2 de outubro e contará com espetáculos que valorizam a contribuição cultural dos negros no estado

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com supervisão de Giselle Ulbrich
Primeira mostra de teatro apenas com artistas afro-brasileiros começa nesta quinta (23)
Primeira mostra de teatro apenas com artistas afro-brasileiros começa nesta quinta (23) (Foto: Divulgação)

22 de setembro de 2021 - 21:16 - Atualizado em 22 de setembro de 2021 - 21:16

A 1° Mostra de Teatro Negro de Curitiba, que contará com uma programação de dez dias dedicados a trabalhos de artistas e pensadores da cultura afro-brasileira, já tem estreia marcada para esta quinta-feira (23). Sendo completamente online e gratuito, o evento traz 11 espetáculos teatrais e de dança, e 10 oficinas e ciclos de palestras.

De acordo com os organizadores da Mostra, a programação se estenderá até o dia 2 de outubro. Durante este período, a população terá a oportunidade de conferir todo o conteúdo na internet, pelo canal da Companhia Nossa Senhora do Teatro Contemporâneo.

Para o ator, diretor, produtor e coordenador do projeto, Isidoro Diniz, a ideia é dar visibilidade para contribuição cultural dos negros no Paraná, que ainda é pouco destacada, apesar de sua importância histórica

“A proposta é ser um elo entre o passado, o presente e o futuro do protagonismo negro na cultura do estado. Quase não existem estudos sobre isso e a divulgação do tema ainda é tímida, mas vamos mostrar que muitos artistas afro-brasileiros contribuiriam, contribuem e continuaram contribuindo para nossa formação cultural”.

Segundo Diniz, o tema do protagonismo negro é uma pauta atual e que precisa ganhar mais destaque.

“Sempre é importante lembrar que, se não fossem os negros, não existiria Brasil”,

sintetiza o artista, que recentemente completou 40 anos de carreira.  

Para quem se interessou, a programação começa quinta-feira (23), às 19h, com o painel “Protagonismo Negro”. A partir da sexta-feira, os organizadores informaram que se iniciam as apresentações de espetáculos e palestras (Confira programação abaixo).

Programação

  • Quinta-feira (23/9), às 19h – o evento inicia com o painel “Protagonismo Negro”.
  • Sexta-feira (24), às 19h – palestra com Salloma Salomão, dramaturgo e pesquisador da cultura afro-brasileira e teatro negro brasileiro. Tema: Teatro negro no Brasil.
  • Sexta-feira (24), às 20h30 – exibição da peça “Solo dos Mares e a Revolta dos Meninos Homens de uma Nação Suspensa”, dirigida por Katia Drumond e Isidoro Diniz.
  • Sábado (25), às 15h – apresentação do espetáculo “Duula, A Mulher do Deserto”.
  • Sábado (25), às 19h – palestra com o ator, dramaturgo e diretor Jé Oliveira, que falará sobre Dramaturgia Negra.
  • Sábado (25), às 20h30 – apresentação do espetáculo “Billie”.
  • Domingo (26), às 15h – Oficina de Confecção de Bonecas Abayomi, com a atriz Geisa Costa.
  • Domingo (26), às 19h – dando sequência ao Ciclo de Palestras, a professora Clemilda Santiago Neto, da Secretaria Estadual da Educação do Paraná, com mediação de Isidoro Diniz, discorrerá sobre o tema “Escravismo Colonial no Brasil: Um Novo Olhar”.
  • Domingo (26), às 20h30 – apresentação do espetáculo “Negro, Não Nego”, da Companhia Cena Hum.