Cultura

Monólogo digital paranaense é selecionado para festival de cinema argentino

O espetáculo digital teve três temporadas em 2020 e teve cerca de 6 mil visualizações

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Monólogo digital paranaense é selecionado para festival de cinema argentino
O autor e diretor Cicero Lira com o ator Thadeu Peronne (Foto: Divulgação)

22 de junho de 2021 - 10:05 - Atualizado em 22 de junho de 2021 - 10:06

O monólogo em formato digital “Que Absurdo!” – que estreou em agosto de 2020 no YouTube – foi selecionado para integrar o Festival REDMOON – Certamen Internacional de Cine, na Argentina. Concorrendo na Categoria Experimental, a peça online será apresentada na Mostra Oficial como curta-metragem.

Com roteiro e concepção artística do diretor teatral, produtor e jornalista Cicero Lira e atuação de Thadeu Peronne, o espetáculo atingiu cerca de 6 mil visualizações durante três temporadas no último ano. O Festival, previamente agendado para ocorrer presencialmente de 01 a 07 de julho na cidade de San Luis, deve acontecer de forma online por conta da Covid-19.

Segundo a organização do REDMOON, a proposta é “conhecer cineastas de todo o mundo e valorizar o seu trabalho. Estamos dispostos a explorar novas narrativas, conhecer desenhos de produção alternativos e, acima de tudo, encontrar um cinema diferente”.

Para Abel Viotti, roteirista e diretor argentino que integra a Comissão Organizadora, a primeira edição do REDMOON ocorre com cerca de 200 projetos selecionados entre curtas-metragens e longas. O júri irá premiar Melhor Diretor, Melhor Script, Melhor Fotografia, Melhor Trilha Sonora, Melhor Desempenho, Melhor Animação, Melhor Documentário e Melhor Ficção.

Formato híbrido

“É uma honra para toda a equipe saber que o Monólogo Que Absurdo! Teatro Digital Ao Vivo foi selecionado para um Festival Internacional de Cinema. Isso mostra um cenário de inúmeras possibilidades para artistas e produtores teatrais, pois podemos alçar voos maiores e sem fronteiras também em Festivais de Cinema. Ainda há discussões promovidas por alguns críticos da área se as produções transmitidas pela internet são peças de teatro ou audiovisuais. Se antes estávamos restritos a um palco físico, agora mais do que nunca, por urgência e necessidade diante desse período de incertezas, ganharemos ainda mais visibilidade com projetos em formatos híbridos apresentados online”,

destaca o autor e diretor Cicero Lira.

Para o ator Thadeu Peronne, realizar uma produção em formato digital foi uma grande experiência, pois o trabalho ocorreu em um período crítico da pandemia.

Peronne comenta, ainda, que os ensaios foram realizados virtualmente até a estreia, e toda a equipe se reuniu apenas para fazer as sessões ao vivo. “Nunca havia trabalhado desta forma. Foi um grande aprendizado. Mesmo virtualmente, todo o processo – que envolveu leituras, composição de personagem e improvisações – foi feito de forma remota. Sermos selecionados para um Festival Internacional de Cinema com um projeto híbrido é gratificante e mostra que valeu a pena o desafio”.

Parceria

O projeto “Que Absurdo!” é resultado da parceria da CL Produções com a TP Produções, empresas do autor/diretor e do ator respectivamente. O monólogo conta também com os seguintes parceiros criativos: A designer visual Miriam Fontoura, o compositor e musicólogo Harry Crowl e o cantor, compositor e percussionista carioca Thiago Mocotó (irmão de Gabriel O Pensador e compositor da Banda). A edição para o formato curta-metragem foi feita pela equipe da Deiró Moving Ideas. A peça digital contou, ainda, com o apoio do Estúdio 9, que realizou as transmissões e as gravações das sessões ao vivo do espetáculo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.