Cinema

Oscar 2021: primeiros filmes elegíveis são divulgados pela academia

As primeiras produções cinematográficas que vão concorrer a categoria de Melhor Filme no Oscar 2021 foram divulgadas, saiba quais são

Daniele
Daniele Vieira com informações do Uol Notícias e Adoro Cinema
Oscar 2021: primeiros filmes elegíveis são divulgados pela academia
Reprodução/Pixabay

1 de julho de 2020 - 13:40 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:31

Foram revelados os primeiros filmes que vão concorrer a grande premiação do Oscar em 2021. A primeira categoria a ser divulgada foi de “Melhor Filme”.

Mesmo em meio a pandemia do coronavírus, a qual fez a premiação do Oscar ser adiada para 25 de abril de 2021, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas segue com seu trabalho a todo vapor.

Os longas escolhidos pelos jurados para a categoria de Melhor Filme no Oscar 2021 são:

  • “A Assistente”, de Kitty Green;
  • “Crip Camp”, de Nicole Newnham e James Lebrecht;
  • “Destacamento Blood”, de Spike Lee;
  • “Você Nem Imagina”, de Alice Wu;
  • “Lost Girl: Os Crimes de Long Island”, de Liz Garbus;
  • “O Rei de State Island”, de Judd Apatow;
  • “Never Rarely Sometimes Always”, de Eliza Hittman;
  • “Military Wives”, de Peter Cattaneo;
  • “Trolls 2”, de Walt Dohrn.

Os filmes indicados ao Oscar 2021

Confira um resumo de cada longa metragem selecionado para a categoria de Melhor Filme no Oscar 2021:

“A Assistente”, de Kitty Green;

O drama conta a história de Jane, interpretada pela atriz Julia Garner. Jane é uma aspirante a produtora de cinema, que conquista um trabalho como assistente júnior na empresa de um ricaço do entretenimento.

A trama se desenrola a medida de que a moça percebe os abusos envolvidos no seu ambiente de trabalho, e em sua posição profissional.

“Crip Camp”, de Nicole Newnham e James Lebrecht;

O documentário “Crip Camp: Uma Revolução na Inclusão” aborda a história de um acampamento de verão destinado as pessoas portadoras de deficiência. Entre os anos de 1951 e 1977, localizado em Nova Iorque.

O local abre novas possibilidades para essas pessoas, devido a propiciar liberdades que não existem na vida cotidiana.

“Destacamento Blood”, de Spike Lee;

Spike Lee nos traz a história de quatro veteranos de guerra afro-americanos neste filme de drama. Os quais retornam ao Vietnã, para buscar os restos mortais do antigo líder de seu esquadrão, junto a descoberta de um tesouro enterrado.

“Você Nem Imagina”, de Alice Wu;

Escrito e dirigido por Alice Wu, o longa metragem conta a história de Ellie, uma aluna tímida e inteligente que precisa ajudar seu colega Paul. O jovem possui dificuldades de se expressar e pede o auxílio de Ellie para conquistar uma aluna popular.

Mas o plano torna-se complicado, quando Ellie descobre estar apaixonada pela mesma garota que Paul.

“Lost Girl: Os Crimes de Long Island”, de Liz Garbus;

A atriz Amy Ryan dá a vida a Mari Gilbert, neste filme de suspense. Em que ajuda a polícia a descobrir vários casos de assassinatos sem solução, em troca da localização de sua filha, desaparecida em Long Island.

“O Rei de State Island”, de Judd Apatow;

O longa conta a história de Scott (Pete Davidson), um jovem em transição para vida adulta. Sempre se metendo em confusão, desde que seu pai morreu quando ele tinha 7 anos. Agora com 20, Scott parece ter percebido que não fez nada de produtivo com sua vida.

Quando sua mãe começa a namorar novamente, o jovem precisa superar seu luto e tentar mudar sua história.

“Never Rarely Sometimes Always”, de Eliza Hittman;

Duas melhores amigas e primas inseparáveis, ​​Autumn (Sidney Flanigan) e Skylar (Talia Ryder), vivem a adolescência na Pensilvânia rural. Quando Autumn engravida, é confrontada com uma legislação conservadora.

Em que não há piedade para as mulheres que praticam um aborto. Com o apoio de Skylar, o dinheiro para realizar o procedimento é garantido e as duas vão pra Nova York em busca de ajuda.

“Military Wives”, de Peter Cattaneo;

Esse filme de comédia conta a história de um grupo de mulheres casadas com oficiais militares. As esposas decidem se unir para formar um coral.

Conforme a inesperada amizade entre elas se desenvolve junto a música, elas auxiliam uma a outra. Na superação do medo com os entes queridos presentes nos campos de combate.

“Trolls 2”, de Walt Dohrn.

Uma ameaça misteriosa coloca todos os Trolls em perigo. Para salvar seus amigos, Poppy, Branch e seu grupo embarcam em uma nova jornada.

Com o objetivo de juntar forças entre os Trolls rivais e uni-los contra um mal maior.

Em busca de diversidade no Oscar 2021

A Academia divulgou recentemente que está buscando ampliar a diversidade entre os integrantes do Oscar 2021. Por isso, convidou novos profissionais para a instituição. Cerca de 819 profissionais do cinema foram convocados.

Entre os convidados há brasileiros, são eles: Cristina Amaral (de “Um filme de verão”); Mariana Oliva e Tiago Pavan (produtores de “Democracia em vertigem”); Otto Guerra (de “A cidade dos piratas”); e Marcos Waltenberg (executivo da Netflix responsável pelo marketing e relações públicas).

Com os novos convidados, a instituição divulgou que sua turma de 2020 será constituída de 45% por mulheres e 36% por minorias étnicas ou raciais. Além de ter a participação em 49% de estrangeiros, vindos de 68 países diferentes.