Entretenimento

Do Oeste do PR, para o palco do ‘Canta Comigo’: Cibelle Hespanhol conta sobre a trajetória na música

Junto com a parceira de caminhada, Iza Molinari, a dupla deu um show no programa da RIC Record TV e levantou os jurados

Aline
Aline Cristina / Repórter
Do Oeste do PR, para o palco do ‘Canta Comigo’: Cibelle Hespanhol conta sobre a trajetória na música
(Foto: arquivo pessoal)

5 de junho de 2021 - 12:45 - Atualizado em 15 de junho de 2021 - 09:43

Gaúcha nascida em Pelotas, no Rio Grande Sul, mas com sangue Toledano correndo nas veias. Uma voz admirável, com mãos precisas para embalar as cordas do violão. Esta é Cibelle Hespanhol, que saiu do Oeste do Paraná para brilhar e encantar a todos, nacionalmente no Programa Canta Comigo da Record TV.

Ao lado da parceira de jornada e de palco Iza Molinari, de 33 anos, a dupla deu um show e levantou os jurados, com a música “Só Love”, de composição do MC Buchecha. Com um Medley (formato musical em que várias músicas são misturadas, de modo harmônico, dentro de uma única canção) feito por Iza e Cibelle, o desafio maior das artistas, foi se “libertar “no palco.

“Eu toco violão e a Iza, cajon. Sem os instrumentos, somos muito duras, então realizamos vários ensaios para desenvolver no palco. Chegamos a alugar estúdios e interpretávamos em frente ao espelho para nos soltarmos. Além disso, o arranjo da música feito por nós, tocado por uma banda, fez com que nós nos divertíssemos no palco”.

Cibelle Hespanhol – artista

Assim como Cibelle, Iza, que é maceioense, também já se apresentou em outros programas de televisão. Mas foi a primeira vez que as artistas entraram em um palco juntas e em rede nacional.

“Foi muito bacana participar no programa Canta Comigo. Desde a primeira apresentação que a gente fez via Zoom, sentimos um retorno bem legal da galera. Apesar de não termos ido para final em si, ficamos muito satisfeitas com o feedback da galera. No dia da apresentação do programa, nossos celulares ficaram ‘malucos’”.

Iza Molinari – artista
(Foto: arquivo pessoal)

A gaúcha e a maceioense compõem o Gandaia Duo. A dupla se apresenta na região de São Paulo e também em estados vizinhos. Iza adiantou que novos projetos estão a caminho, e novidades serão divulgadas em breve.

“Promovemos encontros semanais, para continuar gerando conteúdo, para as pessoas que curte a gente. Já gravamos duas músicas em estúdio, que são duas pérolas brasileiras, além disso músicas autorais, estão saindo do forno”.

Iza Molinari – artista

Cibelle fala da extrema importância de programas como Canta Comigo para o desenvolvimento profissional dos artistas que estão no começo e também já durante a carreira. A artista gravou um vídeo deixando uma mensagem, para quem está no começo da carreira. Confira:

O programa Canta Comigo é exibido todos os domingos às 18h, na tela da RIC TV Record, o programa também está separado em temporadas na Netflix.

Do Oeste para o mundo

Cibele, cresceu em Toledo, no Oeste do Paraná. Ela ganhou o primeiro violão, dos tios, quando tinha 6 anos, e mesmo pequena, já sabia o que queria. E como diz aquele ditado “a fruta não cai longe do pé”, as raízes, mesmo que não conhecidas por ela, já estavam dentro de si.

“Meu avô, que eu não cheguei a conhecer, tinha um circo, e nele trabalhavam meus tios, que se apresentavam cantando e dançando. Essa veia artística já estava presente na minha família, eu não cheguei a conhecer meu avô ele morreu e com isso o circo também se acabou. Mas tenho tios que cantam profissionalmente, ganhar o violão foi o pontapé inicial.”

Cibelle Hespanhol – artista

Com seis anos, ela passou a estudar sobre o instrumento, mas foi aos 9 anos que começou a de desenvolver, fazendo curso na Casa da Cultura, em Toledo.

“Logo que comecei a tocar, percebi que o violão precisava de voz e a voz precisava de melodia”

Cibelle Hespanhol – artista
(Foto arquivo pessoal)

Uma das coisas que a artista teve que superar foi a vergonha. Cibelle conta que sua mãe chegou a se matricular, junto com ela, no coral infantil, uma maneira de a incentivar a perder o medo.

“Com o auxílio da família e da professora Neuza aos poucos fui perdendo o medo de soltar a voz”

Cibelle Hespanhol – artista

O primeiro festival veio aos 12 anos, Hespanhol se apresentou no Festin (Festival de Inverno de Toledo), um evento conhecido regionalmente. Cantando a música “Chão de Giz”, de composição de Zé Ramalho, ela tirou o primeiro lugar e também teve apreciação de uma pessoa, que futuramente iria a auxiliar na transformação como artista.

“Eu fui convidada pelo Oswaldo Montenegro, que estava no evento, para trabalhar com ele no Rio de Janeiro. Mas devido a minha idade e também às condições financeiras da minha família na época acabei não aceitando o convite”

Cibelle Hespanhol – artista

A premiação foi como uma chave na vida de Cibelle, que a partir desse momento começou a acreditar mais em si e no próprio sonho.

Após alguns festivais pela região, cinco anos depois lá estava Cibelle, no mesmo, festival, no mesmo palco do teatro do município e cantando a mesma música. Mas não era só ela que estava na volta do tempo, mas Oswaldo Montenegro também, o artista foi convidado para se apresentar no fim do festival, mas o maior convite quem recebeu foi Cibelle.

“Após minha apresentação Oswaldo me convidou para participar da Companhia Mulungo, que fica na cidade do Rio de Janeiro e com vários artistas de diferentes estados do Brasil. Foi a segunda vez que fui convidada por ele e dessa vez eu aceitei. Na segunda já embarquei para o Rio na companhia de minha mãe.  Lá aprendi muito sobre música e teatro, fui muito bem recebida e me desenvolvi muito profissionalmente”

Cibelle Hespanhol – artista

Ele não sabia que era a mesma criança- era algo que realmente era para acontecer, então virei uma chave astística.

Start

Em 2011, Cibelle se mudou para São Paulo e integrou à banda da Oficina dos Menestréis, grupo de teatro musical do Oswaldo Montenegro, do qual ainda faz parte.

Em 2013, lançou seu primeiro disco titulado “Pronta Pra Amar”. Cibelle já cantou para Fafá de Belém, Fagner, Flávio Venturini, Adriana Calcanhoto, Oswaldo Montenegro, Sidney Magal, Geraldo Azevedo, Jorge Mautner, Eduardo Gudin, Sílvio Brito, Odair José, Roberta Miranda, Evandro Mesquita, Jerry Adriani, Agnaldo Rayol, Ivan Lins, Elba Ramalho, Marina Lima e Lenine.

(Foto: arquivo pessoal)

Já em 2017, esteve no Estúdio Show livre e Virada Cultural de São Paulo, apresentando suas canções autorais.

Há três anos, lançou o segundo disco “Ainda é”, com participações de Evandro Mesquita, Emílio Dantas, Mestrinho e Oswaldo Montenegro.

O lançamento foi realizado em São Paulo, na casa Bourbon Street. Das nove músicas, sete são composições de Cibelle e duas de seu amigo de trajetória musical, Renato Luciano.

Festin (Festival de Inverno de Toledo)

O Festin (Festival de Inverno de Toledo) está na 45ª edição. As inscrições para a etapa local, de interpretação e composição, podem ser feitas no período de 7 a 30 de junho.

O festival visa o desenvolvimento e o aprimoramento da cultura musical, incentivando os talentos locais.

Para realizar a inscrição os participantes devem ir pessoalmente, na Casa Cultura, Rua XV de Novembro, 1638 – Jardim La Salle, Telefone: 3378 – 4548, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h.

Confira as categorias que serão avaliadas

Categoria Interpretação

  • Infantil – Popular e Sertanejo: de 7 a 12 anos;
  • Juvenil – Popular e Sertanejo: de 13 a 17 anos;
  • Adulto Sertanejo: a partir de 18 anos;
  • Adulto Popular: a partir de 18 anos;
  • Adulto Gospel: a partir de 18 anos;

Categoria Composição

  • Popular e Sertaneja: a partir de 18 anos, não havendo distinção entre os estilos musicais.
  • Bandas: a partir de 18 anos, não havendo distinção entre os estilos musicais.

Maiores informações podem ser obtidas pelo site do município de Toledo pelo endereço https://www.toledo.pr.gov.br/portal/festin

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.