Empreendedorismo

Coach do sexo afirma que mercado erótico é uma boa opção para investir

“É necessário se adaptar ao momento”, afirma o sexcoach João Ribeiro

Aline
Aline Taveira / Produtora
Coach do sexo afirma que mercado erótico é uma boa opção para investir
Oportunidade: sexcoach afirma que mercado erótico é uma boa opção para investir (Foto: Reprodução/Pixabay)

21 de setembro de 2021 - 22:43 - Atualizado em 21 de setembro de 2021 - 22:44

Os avanços tecnológicos já estão influenciando o mercado erótico e permitido ainda mais que os consumidores tenham uma experiência diversificada. Vibrador que pode ser controlado via aplicativo, plataforma de vídeos caseiros online e compartilhamento de imagens sensuais para qualquer lugar do mundo, por exemplo, fazem parte da nova realidade do mercado, que anteriormente era visto como um ramo para pessoas em “desespero”, mas, hoje, de grande oportunidade.

Para o sexcoach João Ribeiro, diante do impacto das redes sociais na formação de uma sociedade narcisista e exibicionista, novos espaços como o OnlyFans – serviço de conteúdo por assinatura que permite que os usuários criem conteúdos sexuais e recebam dinheiro em troca de quem assinar os perfis -, tornam-se opções de empreendimento.

“Por conta das redes sociais, as pessoas ficaram mais exibicionistas e narcisistas, então o Onlyfans é ótimo para quem não tem pudor em mostrar o corpo e quer ganhar dinheiro se exibindo”,

explica Ribeiro.

O site ficou famoso pelos vídeos de entretenimento adulto e tem feito tanto sucesso que já existem modelos afirmando viver apenas com o dinheiro gerado pelos conteúdos postados no site. 

Além do Onlyfans

Outras plataformas similares também têm ganhado espaço no mercado virtual, como a IisMyGirl. Nessa plataforma o usuário consegue assistir vídeos exclusivos de modelos e até receber mensagens privadas delas. Em relação ao site canadense ManyVids, além da hospedagem de vídeos eróticos, é possível fazer streaming ao vivo, além de um e-commerce.

O mercado também abrange a venda de utensílios para o prazer individual como os vibradores. De acordo com  INTT Vibratissimo Kiss, as pessoas também têm sido influenciados pela tecnologia e procurado versões atualizadas que podem ser controladas por aplicativo.

Sexcoach

O próprio sexcoach é um exemplo de que, falar sobre o assunto sem se limitar a tabus pode abrir oportunidades no mercado profissional. Ele que é evangélico, afirma que “tudo é tratado da forma mais profissional possível, [ou seja, os clientes] percebem a importância de [discutir] o assunto”, colaborando para um consumo mais consciente de tais produtos e serviços.

Foi necessário se adaptar ao momento“,

diz o sexcoach.