Educação

UFPR confirma exigência do passaporte vacinal aos estudantes no retorno às aulas

O retorno das aulas presenciais está previsto para o dia 31 deste mês

Adriana
Adriana Justi / Editora
UFPR confirma exigência do passaporte vacinal aos estudantes no retorno às aulas
(Foto: Reprodução/RICtv)

12 de janeiro de 2022 - 14:10 - Atualizado em 12 de janeiro de 2022 - 16:33

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) disse, nesta quarta-feira (12), que vai exigir o comprovante de vacina contra a Covid-19 aos estudantes que retornarem às aulas e também aos visitantes que tiverem acessos aos campi, espaços e equipamentos da universidade. O retorno das aulas presenciais está previsto para o dia 31 deste mês.

“Quem tem contraindicação da vacina, deve apresentar declaração médica”, declarou a UFPR. Além disso, quem não tomou a vacina deve apresentar teste com resultado negativo em um prazo mínimo de 72 horas.

Desde então, a universidade estava avaliando a possibilidade da exigência do comprovante de vacina. No dia 31 de dezembro, se posicionou contra um despacho do Ministério da Educação e Cultura (MEC), que proíbe as instituições federais de ensino de cobrar vacinação contra a Covid de todo o público acadêmico.

A UFPR destacou que a decisão quebra o princípio constitucional de autonomia das entidades e vai contra a ciência.

Veja o vídeo:

Primeiro caso de Ômicron no Paraná

Nesta quarta-feira (12), o secretário do Estado da Saúde, Beto Preto, confirmou o primeiro caso da variante Ômicron no Paraná.

A variante foi detectada em um jovem de 24 anos, morador de Curitiba, que já havia tomado duas doses da vacina contra a Covid-19. O paciente já tinha tido a doença em junho de 2021 e, em dezembro, apresentou sintomas novamente, a partir do dia 14. No dia 18 de dezembro, o jovem fez a coleta para o exame RT-PCR, e o material foi encaminhado para o sequenciamento no Rio de Janeiro.

Segundo a Secretaria de Saúde, já existe transmissão comunitária da variante Ômicron no Paraná. Os dados podem ser constatados pela evolução de casos em janeiro. Somente nos primeiros onze dias, foram identificados 40.164 infectados. Como comparativo, em dezembro, o total foi de 9.165.

Registrou um flagrante? Mande pro WhatsApp do RIC Mais clicando aqui e faça o portal com a gente!