Educação

Resgate científico e histórico nos 200 anos do naturalista Fritz Müller

Professor de matemática e ciências, o naturalista alemão Fritz Müller viveu a maior parte da vida em meio a natureza de Blumenau e Florianópolis, em Santa Catarina.

Resgate científico e histórico nos 200 anos do naturalista Fritz Müller

5 de julho de 2022 - 19:28 - Atualizado em 5 de julho de 2022 - 20:04


Johann Friedrich Theodor Müller, ou simplesmente Fritz Müller, como se tornou conhecido, nasceu no dia 31 de março de 1822, em Windischholzhausen, na Alemanha, mas desenvolveu seus estudos mais notáveis em solo brasileiro. Conhecer e refazer os passos do naturalista desde a infância se tornou um compromisso profissional (e de vida, quase) para o diretor Rodrigo Fruc, de Blumenau. Com uma ampla experiência na produção de vídeos para televisão mais tradicional, ele “embarcou” no desafio de trazer o menino Fritz, alemãozinho do século 19, para a nossa realidade atual. E, em plena pandemia de covid-19 foi para a Europa conhecer a história, visitar lugares importantes na formação do futuro estudioso e entender a relação dele com o pesquisador Charles Darwin.

Os relatos do “Príncipe dos Observadores” contribuíram com as descobertas de Darwin e os dois se tornaram amigos, com muitas trocas de cartas. Caminhar durante horas em meio a mata fechada era uma das atividades mais frequentes de Fritz Müller, momentos em que deixava a sensibilidade aflorar par e passo com a observação científica. Os detalhes dessa história foram distribuídos em 10 episódios da websérie exibida nos canais da Uniasselvi, uma das maiores instituições de ensino superior do país, com unidades próprias em Santa Catarina e no Mato Grosso. A criação do material ficou sob a responsabilidade do diretor Rodrigo Fruc, de Blumenau. É sobre o desafio de adaptar linguagens e gravar em outro continente mesmo com as restrições impostas pela pandemia, aproximando fatos passados há tantos anos, a conversa que compartilho com você hoje.