Educação

Paraná: retorno das aulas estaduais será presencial; não há definição sobre vacinas

Entre as novidades do calendário estão novas datas para estudo dos docentes e o aumento do recesso escolar no meio do ano

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Seed
Paraná: retorno das aulas estaduais será presencial; não há definição sobre vacinas
(Foto: Silvio Turra/SEED)

11 de janeiro de 2022 - 17:02 - Atualizado em 11 de janeiro de 2022 - 17:07

As aulas da rede estadual do Paraná, previstas para começar no dia 7 de fevereiro, vão retornar no modelo presencial, segundo a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná (Seed-PR). Todas as medidas de biossegurança adotadas nas escolas do estado serão mantidas, destacou a secretaria.

Sobre a vacinação contra a Covid-19, a Seed reforçou que ainda está analisando o caso específico das escolas. “O Paraná tem a taxa de vacinação mais alta do país e tem sido exemplo no combate à pandemia”, pontuou.

Novidades no calendário escolar

Entre as novidades do calendário estão novas datas para estudo dos docentes e o aumento do recesso escolar no meio do ano. “Uma das novidades é que os dias de planejamento e estudos não serão mais aos sábados, como solicitado pela rede, além do aumento do recesso em julho, outro pedido dos professores”, comenta o diretor de Educação da Seed, Roni Miranda.

As aulas vão até 8 de julho e recomeçam no dia 25, com o momento para planejamento e estudo na quinta e sexta-feira anteriores, dias 21 e 22 de julho. Ou seja, há um aumento do recesso escolar entre os semestres letivos, passando de sete para dez dias para os professores, enquanto os estudantes terão mais de duas semanas, ao invés de 11 dias, como foi neste ano. O término das aulas, garantindo os 200 dias letivos, será em 20 de dezembro.

Estão mantidos para os professores, entre férias e recesso escolar, 60 dias durante o ano de 2022. A distribuição das aulas para o início do ano letivo será realizada entre a última semana de janeiro e o início de fevereiro, majoritariamente de forma remota, para garantir o suprimento dos professores do PSS (Processo Seletivo Simplificado) a partir do início de fevereiro.

Novamente o calendário está organizado em trimestres para todas as escolas estaduais, padronizando os períodos de avaliação para toda a rede estadual de ensino. Os Núcleos Regionais de Educação (NREs) farão adaptações necessárias nos calendários das escolas devido a feriados municipais e situações pontuais.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.