Educação

Estudantes fazem protesto contra casos de assédio sexual dentro de escola

Pelo menos três alunas relatam que teriam sido assediadas por colegas da instituição

Julia
Julia Cappeletto / Estagiária com informações de Cícero Bittencourt, da RIC Record TV Oeste, e supervisão de Rodrigo Sigmura
Estudantes fazem protesto contra casos de assédio sexual dentro de escola
(Foto: Reprodução RIC Record TV)

28 de outubro de 2021 - 17:21 - Atualizado em 28 de outubro de 2021 - 17:21

Alunos do Centro Estadual de Educação Profissional Pedro Boaretto Neto (CEEP) fizeram um protesto pacífico nesta quinta-feira (28), em Cascavel, no oeste do Paraná, contra casos de assédio sexual que teriam acontecido dentro da instituição.

De acordo com os estudantes, pelo menos três meninas, alunas do colégio de ensino técnico, teriam sido assediadas por outros estudantes do local.

Por conta dos ocorridos, os jovens se reuniram durante o horário de intervalo das aulas para manifestar. Todos usavam roupas pretas, sendo que a maioria estava sentada no chão ou carregando cartazes, pedindo respeito às mulheres e pelo fim dos casos de assédio sexual.

Conforme os estudantes, a direção da escola teria sido informada sobre os casos, mas não teria tomado providências e, por isso, eles teriam decidido realizar o protesto.