Economia

S&P vai a máxima recorde para fechamento; IBM pressiona Dow

Reuters
Reuters
S&P vai a máxima recorde para fechamento; IBM pressiona Dow
Bolsa de Nova York

21 de outubro de 2021 - 19:00 - Atualizado em 21 de outubro de 2021 - 19:05

Por Shreyashi Sanyal e Devik Jain e Sinéad Carew

(Reuters) – O S&P 500 registrou máxima recorde para fechamento e sua sétima sessão consecutiva de ganhos nesta quinta-feira, enquanto o Nasdaq foi impulsionado por ações de gigantes como Tesla e Microsoft, embora uma queda da IBM tenha prejudicado o Dow.

Depois de atingir um pico recorde intradiário no dia anterior, o Dow ficou no vermelho durante a maior parte da sessão desta quinta-feira, com a IBM despencando 9,6% depois de ficar aquém das estimativas de Wall Street para sua receita trimestral.

Entre os 11 principais setores do S&P, o maior impulso veio das ações de consumo não essencial e tecnologia, enquanto os papéis de energia lideraram as perdas, uma vez que os contratos futuros do petróleo caíram devido a preocupações com a demanda.

No entanto, um importante índice de volatilidade, conhecido como medidor do medo de Wall Street, fechou em seu nível mais baixo desde fevereiro de 2020. Pouco depois dessa data, o índice de volatilidade disparou com a explosão da pandemia de Covid-19.

O baixo nível do VIX sugere que os investidores não esperam grande declínio ou alta das ações adiante, apesar das preocupações generalizadas sobre alta dos custos devido a problemas na cadeia de oferta, de acordo com Shawn Cruz, estrategista sênior de mercado da TD Ameritrade.

O Dow Jones Industrial Average caiu 0,02%, para 35.603,08 pontos. O S&P 500 avançou 0,30%, para 4.549,78 pontos, enquanto o Nasdaq Composite ganhou 0,62%, para 15.215,70 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9K1AQ-BASEIMAGE