Economia

SBM Offshore reduz guidance de receita por joint venture no Brasil

Reuters
Reuters
SBM Offshore reduz guidance de receita por joint venture no Brasil
Plataforma da Petrobras durante fase de construção no litoral do Rio de Janeiro

11 de novembro de 2021 - 15:55 - Atualizado em 11 de novembro de 2021 - 16:00

Por Juliette Portala

(Reuters) – O grupo de serviços de petróleo SBM Offshore reduziu na quinta-feira seu guidance de receita para o ano, citando mudança em guidance da joint venture no Brasil para plataformas tipo FPSO.

A empresa holandesa, que fornece navios flutuantes de produção de petróleo e gás, prevê agora uma receita em 2021 “acima” de 2,3 bilhões de dólares, ante cerca de 2,6 bilhões de dólares anteriormente.

A SBM disse que assumiu que o desinvestimento da FPSO Almirante Tamandaré, cujos contratos foram assinados com a Petrobras em julho passado, estaria fechado após o final do ano, resultando em uma mudança no reconhecimento das receitas associadas de 2021 para 2022.

Não há impacto no lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês), disse o grupo, uma vez que não está previsto de o projeto atender aos requisitos que permitiriam o reconhecimento de margem neste ano.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHAA14U-BASEIMAGE