Economia

Saída do BCE das medidas de crise será “bem gradual”, diz Rehn

Reuters
Reuters
Saída do BCE das medidas de crise será “bem gradual”, diz Rehn
Olli Rehn, presidente do banco central da Finlândia

16 de setembro de 2021 - 08:36 - Atualizado em 16 de setembro de 2021 - 08:40

HELSINQUE (Reuters) – Qualquer saída das medidas do Banco Central Europeu para combate à crise será “bem gradual” e vai garantir que condições de financiamento favoráveis sejam mantidas, afirmou nesta quinta-feira o presidente do banco central da Finlândia, Olli Rehn.

O BCE vai debater em dezembro quando e como reduzir seu Programa de Compras de Emergência da Pandemia de 1,85 trilhão de euros e se precisará elevar outras medidas de estímulo.

“Estou confiante de que poderemos encontrar uma maneira viável e significativa de garantir condições de financiamento favoráveis quando iniciarmos nossa transição bem gradual das medidas de crise para o próximo normal”, disse Rehn, que faz parte do Conselho que define os juros no BCE, em entrevista à imprensa.

(Reportagem de Essi Lehto)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH8F0JL-BASEIMAGE