Economia

Renault, Nissan e Mitsubishi revelarão plano de veículos elétricos para 2030 esta semana

No momento em que fabricantes estabelecidas são pressionadas por novos competidores e por uma esperada mudança na demanda em favor dos EVs, a aliança franco-japonesa quer aprofundar a sua cooperação

Reuters
Reuters

23 de janeiro de 2022 - 15:03 - Atualizado em 23 de janeiro de 2022 - 18:15

Por Norihiko Shirouzu

(Reuters) – Renault SA, Nissan Motor Co e Mitsubishi Motors Corp planejam triplicar seus investimentos para desenvolver veículos elétricos (EVs) em conjunto, disseram duas pessoas com conhecimento do plano à Reuters.

No momento em que fabricantes estabelecidas são pressionadas por novos competidores e por uma esperada mudança na demanda em favor dos EVs, a aliança franco-japonesa quer aprofundar a sua cooperação.

Os três devem anunciar na quinta-feira um plano para investir mais de 20 bilhões de euros ao longo dos próximos cinco anos no desenvolvimento de EVs, disseram as fontes. Até 2030, a aliança deve produzir mais de 30 novas baterias de EVs, sustentadas por cinco plataformas em comum, afirmaram.

Isso se soma aos 10 bilhões de euros que o grupo já gastou em eletrificação, disseram as duas pessoas com conhecimento do plano.

Porta-vozes de Nissan, Renault e Mitsubishi não responderam em um primeiro momento ao pedido por comentários neste domingo.

O plano “Aliança para 2030” busca mostrar “cooperação intensificada” entre as fabricantes, sublinhando uma “visão compartilhada da eletrificação e de mobilidade conectada”, disse uma fonte. As cinco plataformas comuns devem cobrir 90% dos EVs que as empresas devem desenvolver e lançar até 2030, disseram as fontes.

A aliança das três empresas desenvolveu e implantou parcialmente quatro plataformas de EVs.

Uma delas sustenta EVs como o próximo Ariya da Nissan e o Megane EV da Renault, e outra apoia carros acessíveis da Nissan e sua parceira de mercado chinesa Dongfeng, assim como a marca Dacia, da Renault. As outras duas são plataformas para micro minis, chamados de “carros kei” no Japão, e veículos comerciais leves.

Até a metade da década, a aliança busca lançar uma quinta plataforma comum para EVs compactos projetada pela Renault, disseram as fontes.

A Nissan já havia decidido usar esta plataforma, chamada de CMFB-EV, e outros componentes padronizados para eletrificar o carro compacto Nissam Micra, e a Renault deve produzir um EV similar com base na mesma plataforma, disseram as fontes. A projeção é que o Micra EV seja lançado até meados dos anos 2020.

Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!