Economia

Preço do botijão de gás de cozinha pode chegar a R$ 100 a partir dos próximos dias

A Petrobrás aumentou em 5% preço médio do gás de cozinha (GLP) e as distribuidoras confirmaram que irão repassar a alta ao consumidor final

Caroline
Caroline Berticelli / Editora
Preço do botijão de gás de cozinha pode chegar a R$ 100 a partir dos próximos dias
Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

31 de agosto de 2020 - 19:24 - Atualizado em 24 de setembro de 2020 - 22:42

A Petrobras confirmou, na última sexta-feira (28), mais um aumento no preço do botijão de gás, desta vez, de 5,0%.

No acumulado do ano, o aumento chega a 5,3% e faz com que o preço médio do botijão do gás de cozinha (GLP) – de  13 Kg – fique entre R$ 80 e R$ 100, dependendo da região do país. 

A alta no dólar e os altos valores do gás de cozinha nos EUA estão entre os principais fatores citados como causa do aumento. 

Quem decide o preço do botijão de gás de cozinha?

preço do botijão de gás
Foto: R7

No início de 2020, o valor do botijão sofreu uma redução, mas com o passar dos meses, a margem de lucro foi restaurada pela Petrobras.

Agora, com o novo aumento, a empresa irá vender para os distribuidores o equivalente a um botijão de 13kg por R$ 29,27

A Petrobras ainda ressaltou que, em novembro de 2019, igualou os preços do gás de cozinha aos do gás utilizado pela indústria e pelo comércio.

No entanto, são as distribuidoras que realizam o envase do gás nos diversos tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelo preço final que chega ao consumidor

O preço do botijão de gás vazio custa em média, hoje, R$ 40,00.