Economia

Petrobras e Vale mantêm Ibovespa acima dos 123 mil pontos; BTG avança após resultado

Reuters
Reuters
Petrobras e Vale mantêm Ibovespa acima dos 123 mil pontos; BTG avança após resultado
Bolsa de valores de São Paulo

10 de agosto de 2021 - 16:29 - Atualizado em 10 de agosto de 2021 - 16:30

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) – O Ibovespa buscava se sustentar acima dos 123 mil pontos nesta terça-feira, apoiado principalmente no avanço de Petrobras e Vale, em meio a uma bateria de balanços corporativos, com destaque para BTG Pactual, que avançava cerca de 2% após resultado ajudado pelo boom no mercado de capitais.

A pauta macroeconômica doméstica também ocupava os holofotes, com a ata da última reunião de política monetária do Banco Central e o desempenho de julho da inflação oficial do país medida pelo IPCA.

Às 11:42, o Ibovespa subia 0,09%, a 123.129,66 pontos. O volume financeiro somava 7,4 bilhões de reais.

A equipe do BTG Pactual ressaltou que o mercado brasileiro continua tendo dias voláteis, com tensão e cautela os investidores quanto aos riscos fiscais em razão dos planos de ampliação dos gastos do Bolsa Família e as discussões sobre os vencimentos dos precatórios.

“Porém, há um otimismo oriundo dos fundamentos corporativos, com empresas reportando resultados acima dos projetados”, afirma nota a clientes da área de gestão do banco. Ainda assim, acrescentou, as perspectivas de recuperação da economia a cada dia ficam com mais incertezas.

DESTAQUES

– BTG PACTUAL UNIT subia 1,95% um aumento de 74% no lucro líquido recorrente do segundo trimestre na comparação com um ano antes, a 1,719 bilhão de reais. Entre os bancos, ITAÚ UNIBANCO PN cedia 1,25% e BRADESCO PN recuava 0,9%.

– PETROBRAS PN e PETROBRAS ON avançavam 1,6% e 2%, respectivamente, acompanhando a alta dos preços do petróleo no mercado externo, onde o Brent subia 2,8%, a 70,97 dólares o barril.

– VALE ON mostrava elevação de 1,4%, descolada da queda do minério de ferro na China. No setor de mineração e siderurgia, o destaque era GERDAU PN, que se valorizava 2,8%.

– IGUATEMI ON caía 2,4%, mesmo após salto no lucro trimestral, enquanto o aumento de receita com a gradual reabertura de shoppings foi ofuscado em parte com o efeito de descontos concedidos a lojistas. A margem Ebitda caiu 7,5 pontos, a 63,8%.

– MINERVA ON perdia 1,2%, na esteira do declínio de 54% no lucro líquido do segundo trimestre, para 116,7 milhões de reais, embora a maior exportadora de carne bovina na América do Sul enxergue um cenário positivo puxado por exportação e sinergia entre as operações sul-americanas.

– ONCOCLÍNICAS ON recuava 2,4% em estreia na B3 após precifiar IPO a 19,75 reais por ação, abaixo da faixa estimada para a oferta. Na máxima até o momento, a ação chegou a 19,62 reais. Na mínima, a 18,15 reais.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH790XJ-BASEIMAGE