Economia

Lagarde, do BCE, cita gargalos de oferta, energia e coronavírus como riscos-chave

Reuters
Reuters
Lagarde, do BCE, cita gargalos de oferta, energia e coronavírus como riscos-chave
A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde

29 de setembro de 2021 - 13:46 - Atualizado em 29 de setembro de 2021 - 13:50

FRANKFURT (Reuters) – As perspectivas econômicas para a zona do euro ainda estão repletas de incertezas, decorrentes de gargalos de oferta, alta nos preços da energia e novas ondas da pandemia do coronavírus, disse a presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, nesta quarta-feira.

“Quanto tempo esses gargalos levarão para serem resolvidos… é um dos pontos de interrogação”, disse Lagarde em evento do BCE.

Falando em preços de energia mais altos, Lagarde acrescentou: “Vamos ver quanto tempo leva para que isso se dissipe; deve ir embora na primeira parte de ’22.”

“A última das incertezas que temos que levar em conta… é o potencial de novas ondas de uma pandemia que seria resistente à vacina”, disse Lagarde.

(Por Francesco Canepa e Balazs Koranyi)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH8S11P-BASEIMAGE