Economia

Ibovespa tem recuperação apoiado em Petrobras, mas tensão com fiscal ainda pesa

Reuters
Reuters
Ibovespa tem recuperação apoiado em Petrobras, mas tensão com fiscal ainda pesa
Sede B3

25 de outubro de 2021 - 12:58 - Atualizado em 25 de outubro de 2021 - 13:00

Por Aluisio Alves

SÃO PAULO (Reuters) – As ações brasileiras buscavam alguma recuperação nesta segunda-feira, uma vez que investidores tensos com a deterioração fiscal do país dividiam as atenções com o noticiário corporativo, incluindo o início da temporada de balanços trimestrais.

Às 12:42, o Ibovespa mostrava alta de 1,4%, aos 107.827,65 pontos. O indicador teve na semana passada queda de 7,28% na semana passada, pior desempenho semanal desde o início da pandemia, em março do ano passado. O giro financeiro da sessão somava 12,9 bilhões de reais.

“A semana começa com estresse pós-traumático”, resumiu o economista-chefe do modalmais, Alvaro Bandeira, referindo-se à deterioração do cenário macroeconômico, com piora das projeções para crescimento econômico, inflação e juros.

No entanto, após o Ibovespa ter caído ao menor nível em 11 meses, investidores começaram a comprar ações que consideram exageradamente depreciadas, na esteira de anúncios corporativos. Eram os casos, entre outros, de Hypera e de Petrobras.

DESTAQUES

– PETROBRAS disparava 4,45%, após a companhia anunciar que elevará o preço médio do diesel nas refinarias em 9,15% e o da gasolina em 7,05%, a partir de terça-feira.

– HYPERA tinha ganho de 4,1%, após a farmacêutica ter anunciado na noite de sexta-feira que teve lucro do terceiro trimestre 33% ante mesmo período do ano passado, impulsionado por aumento de receita de 50%. O Credit Suisse elogiou a expansão da receita, mas apontou compressão das margens.

– AZUL subia 0,5%. A empresa anunciou acordo que lhe dará o direito de comprar 1,8 milhão de ações ordinárias da fabricante de aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical Lilium. GOL avançava 1,5%. O Barclays iniciou a cobertura do ADR da companhia com recomendação ‘overweight’.

– BRASKEM evoluía 1,7%. A petroquímica reportou na noite de sexta recuo na produção de eteno e vendas de resinas no Brasil, no terceiro trimestre. O BTG Pactual frisou os números mais fracos, mas afirmou que a companhia se beneficia do real mais fraco e que espera dividendos mais altos no curto prazo, o que pode compensar ruídos sobre eventual venda de ações dos principais acionistas.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9O0R1-BASEIMAGE