Economia

Entregas de Boeing recuam para 27 aeronaves em outubro

Reuters
Reuters

9 de novembro de 2021 - 15:38 - Atualizado em 9 de novembro de 2021 - 15:38

Por Eric M. Johnson

SEATTLE, Estados Unidos (Reuters) – A Boeing anunciou nesta terça-feira que suas entregas de aeronaves caíram para 27 unidades em outubro e que o projeto do 787 continua paralisado.

As entregas da empresa em outubro foram oito unidades menores que em setembro, mas 14 a mais que em outubro do ano passado, segundo os dados divulgados nesta terça-feira.

Das 27 aeronaves despachadas a clientes pela Boeing no mês passado, 18 foram do modelo 737 MAX, sendo seis destas para a companhia europeia Ryanair. A empresa também entregou duas unidades executivas do 737-800 para um comprador que não foi identificado e duas aeronaves de patrulha marítima P-8 para a Marinha dos Estados Unidos.

As cinco aeronaves restantes foram modelos cargueiros, incluindo 747, 767 e 777, afirmou a companhia.

Até agora neste ano, a Boeing entregou 268 aeronaves, incluindo 241 até setembro. Nos primeiros 10 meses de 2020, a empresa tinha despachado 111 aeronaves.

A Boeing afirmou ainda que o projeto do 787 segue com entregas paralisadas, após problemas estruturais detectados anteriormente.

“Temos uma linha clara de visão sobre os passos a seguir” para a retomada das entregas do 787, afirmou o presidente-executivo, Dave Calhoun, a analistas no mês passado.