Economia

Publicitário curitibano lança livro que desmistifica a cultura startup

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

16 de dezembro de 2013 - 00:00 - Atualizado em 16 de dezembro de 2013 - 00:00

Clique aqui para concorrer ao livro “Empreendedor Viável”. 

O publicitário curitibano André Telles acaba de lançar seu quarto livro, intitulado “O Empreendedor Viável – uma mentoria para empresas na era da cultura startup”, pela Editora LeYa. A obra – escrita em parceria com o junto com o jornalista paulistano Carlos Matos – desmistifica a chamada “cultura startup”, focando nas características mínimas do empreendedor nesta nova era.

“A cultura startup nasceu nos pólos tecnológicos e tem por objetivo o ganho de velocidade na escala do produto e do serviço, normalmente com uma equipe enxuta. Os conceitos da cultura startup podem ser aplicados em qualquer empresa”, explica André.

Atualmente o Brasil possui 7,4 milhões de micro e pequenas empresas. Porém, a alta competitividade do mercado dificulta o caminho dos novos empreendedores ao sucesso. De acordo com o Sebrae, até 80% das novas empresas brasileiras não sobrevivem a seu primeiro ano de vida . No livro, André e Carlos incitam o empreendedor a concentrar seus esforços não apenas em ideias ou produtos, mas principalmente em atitudes que o tornem viável, tanto para possíveis investidores quanto para os mercados que pretendem atender.

O livro mostra casos de sucesso e fracasso na indústria ‘pontocom’, assim como as razões que levaram ao desfecho de cada uma dessas histórias, oferecendo novas ferramentas e respondendo perguntas que surgem ao longo da jornada.

Confira seis dicas para se tornar um empreendedor viável:

– Ouça o mercado – ofereça propostas de remuneração do investimento claras e melhores que outras opções de aplicações;

– Vista a camisa – não crie um negócio com o objetivo de se desfazer dele;

– Tenha uma equipe diversificada – as características dos membros fundadores devem cobrir o maior número possível de áreas, sem que haja excessiva repetição de perfis;

– Mentores – mantenha por peto mentores que possam complementar as áreas sensíveis e pontos fracos do seu modelo;

– Entenda o básico de administração – aspectos jurídicos e contáveis são indispensáveis e os investidores precisam ter a segurança de que você saberá como tocar um negócio quando chegar a hora;

– Não seja inocente – Faça com que sua ideia tenha consistência do ponto de vista do faturamento e do lucro. Um produto que atenda a uma necessidade é bom, mas um produto que atenda a uma necessidade gerando lucros é infinitamente melhor.

Confira entrevista com André Telles exibida pelo programa Paraná no Ar: