Economia

Disque-Economia oferece pesquisa com preços de produtos natalinos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

17 de dezembro de 2013 - 00:00 - Atualizado em 17 de dezembro de 2013 - 00:00

Os produtos da cesta de Natal chegam a ter variação de até 84%, como é o caso da uva Itália, alimento tradicional nas ceias. Os panetones e a aves típicas da época também registram alterações importantes de preços. A orientação de especialistas é pesquisar antes e aproveitar as promoções de produtos perecíveis que deverão ocorrer na próxima semana. Para isso, os preços de 68 produtos consumidos no período natalino serão acompanhados até esta sexta-feira (20) pelo Disque-Economia.

O serviço, mantido pela Secretaria Municipal do Abastecimento, economiza tempo e dinheiro da população ao realizar pesquisa em mais de dez supermercados de Curitiba. A pesquisa é realizada ainda com outros 302 produtos em geral. “Os consumidores devem aproveitar as promoções de produtos perecíveis que tradicionalmente são realizadas na semana de Natal porque os mercados não podem ficar com estoque. Também é possível substituir produtos de algumas marcas por outras e que apresentam qualidades semelhantes”, afirma o coordenador do Disque-Economia economista, Henry Paulo Lira.

Entre as aves, o preço do Peru Sadia apresentou uma variação de 12,47%, sendo que o menor preço foi de R$12,43 e o maior R$13,98. Na mesma faixa de preço está o Chester Perdigão, com variação de 10, 81%, tendo sido encontrado a R$12,58 e a R$13,94. Um pouco mais em conta estava a Ave Ciesta Sadia, com o menor preço a R$10,68 e o maior a R$12,58, sendo a variação de 17%. Comparado às aves, o filtrado Espuma de Prata apresentou variação maior, de 28%, com preços oscilando entre R$6,98 e R$9,00.

A linha de panetones também apresenta variações importantes como o Panetone com Frutas, de marca própria, cujo menor preço foi de R$ 4,49 e o maior de R$6,25, uma variação de 39,20%. O Chocotone Max mostrou variação de 28,24%, com o menor preço a R$14,80 e o maior a R$18,98. A uva Itália foi a que registrou maior variação, chegando a 84,34% de diferente entre o menor preço, R$ 4,28, e o maior, que foi R$ 7,89. Esses preços são relativos à pesquisa feita nesta última segunda-feira (16) em 11 supermercados da cidade. O economista lembra que a variação de preços é diária e por isso é importante fazer uma pesquisa antes de sair para as compras.

Os preços pesquisados pelo Disque-Economia podem ser consultados diariamente a partir das 14h30 pelo telefone (41) 3262-6564 ou pelo site, de segunda a sexta-feira, a partir das 16 horas.

Dicas de compras
· 
Não saia de casa sem uma lista em mãos, representa economia de tempo e dinheiro.
· 
Vá ao mercado alimentado e, se possível, sem a companhia de crianças para não comprar além do necessário.
· 
Não se deixe seduzir pela primeira pilha de produtos que tem grandes placas anunciando promoção na entrada de um corredor. Percorra todas as gôndolas por ali. Pode ser que encontre um produto similar por menor preço.
· 
Não deixe de observar o prazo de validade dos produtos.
· 
Fique atento na hora de passar pelo caixa os produtos de promoção. Confira se está sendo cobrado com o desconto anunciado.
·
O consumidor deve ficar mais atento às promoções. Os preços podem ser reduzidos porque o varejo não quer ficar com estoques para além do Natal, como é o caso de panetones e aves especiais – chester e peru.