Economia

Carvão metalúrgico e coque avançam na China em meio a preocupação com coronavírus

Reuters
Reuters
Carvão metalúrgico e coque avançam na China em meio a preocupação com coronavírus
Minério de ferro é carregado em mina na Austrália

4 de agosto de 2021 - 08:12 - Atualizado em 4 de agosto de 2021 - 08:15

PEQUIM (Reuters) – Os contratos futuros do carvão metalúrgico e do coque negociados na China avançaram nesta quarta-feira, à medida que um recente surto de coronavírus no país gerou preocupações com a oferta das matérias-primas para produção de aço.

A China reportou na quarta-feira o maior número de novos casos de Covid-19 transmitidos localmente desde janeiro, enquanto algumas cidades ampliaram restrições, reduziram o número de voos e aumentaram a testagem para combater o surto, causado especialmente pela variante Delta.

“A situação do coronavírus está se desenvolvendo, o que afetou a taxa de rotatividade de coque e as chegadas às usinas”, disse a GF Futures em nota, acrescentando que o recente surto da doença também prejudicou a eficiência dos transportes de carvão coque.

O contrato mais negociado do carvão coque na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em setembro, fechou em alta de 2,3%, a 2.314 iuanes (358,16 dólares) por tonelada.

Os futuros do coque saltaram 3,4%, a 2.953 iuanes/tonelada.

A referência do minério de ferro na bolsa de Dalian também avançou, apurando alta de 0,5%, a 1.067 iuanes por tonelada.

(Reportagem de Min Zhang e Shivani Singh)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH730NR-BASEIMAGE