Economia

Câmara de Rolândia aprova criação de cargos comissionados com salários de R$ 4 mil

Não será necessário concurso, as vagas serão preenchidas por indicações dos vereadores

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Câmara de Rolândia aprova criação de cargos comissionados com salários de R$ 4 mil
(Foto: Divulgação/CMR Rolândia)

24 de janeiro de 2022 - 11:03 - Atualizado em 24 de janeiro de 2022 - 11:03

A Câmara de Vereadores de Rolândia, norte do Paraná, aprovou em 2º turno, por unanimidade, o Projeto de Lei Ordinária de nº 005/2022. A decisão foi tomada durante a 4ª Sessão Extraordinária. Além de outros cargos aprovados, foram criados 10 vagas para assessores parlamentares que serão indicados por cada vereador, a partir de abril de 2022. O salário dos assessores será de R$ 4.400.

Para o cargo, não será necessário concurso. O requisito é ter ensino médio completo. Entre as funções descritas pelo documento, estão acompanhar e informar o vereador sobre prazos e providências; desempenhar serviços burocráticos, como motorista e secretário; sugerir assuntos e temas para pronunciamento; efetuar serviços de recepção, redação, digitação, organização de arquivos e catalogação dos pedidos de informações.

As novas vagas devem aumentar os gastos mensais da Prefeitura com funcionários não concursados. Conforme declaração do presidente da Câmara, Reginaldo Silva (PSD), foi feita uma pesquisa antes da decisão.

“Antes do Projeto, haviam 10 cargos comissionados, 08 deles estavam ocupados, indicados pela Mesa Diretora. Com a aprovação, foram reduzidos de 10 para 06 as indicações da Mesa Diretora e cada um dos vereadores poderá indicar o seu assessor, que ficará sobre sua responsabilidade. Vale ressaltar que foi realizada uma pesquisa entre as Câmaras da região e apenas a de Rolândia os vereadores não possuíam assessores”,

disse o presidente da Câmara.