Economia

Ações europeias fecham em patamar recorde com emprego fraco nos EUA reduzindo apostas de aperto monetário

Reuters
Reuters
Ações europeias fecham em patamar recorde com emprego fraco nos EUA reduzindo apostas de aperto monetário
Pessoas entram e saem do prédio da Bolsa de Londres, no Reino Unido

4 de junho de 2021 - 14:06 - Atualizado em 4 de junho de 2021 - 14:10

Por Ambar Warrick e Sruthi Shankar

(Reuters) – As ações europeias fecharam em patmar recorde nesta sexta-feira, quando um relatório fraco de empregos nos Estados Unidos reduziu a perspectiva de um aperto precoce na política monetária, enquanto o otimismo com a recuperação econômica da zona do euro impulsionou a maioria dos setores.

O índice pan-europeu STOXX 600 valorizou-se 0,4% para uma nova máxima de fechamento de 452,57 pontos, tendo mais cedo na sessão batido a máxima histórica de 452,71 pontos. Na semana, o índice subiu 0,8%.

As ações de tecnologia subiram 1,2% e tiveram melhor desempenho no dia, lideradas pela fabricante austríaca de chips AMS. As ações da empresa subiram 4,4% após o anúncio da venda do seu negócio de sistemas digitais na América do Norte à marca norte-americana Acquity Brands.

As ações globais subiram após dados mostrarem que a criação de novos postos de trabalho nos EUA cresceu menos do que o esperado em maio, levando muitos a reduzirem as expectativas de sinais ‘hawkish’ (duro com a inflação) do Federal Reserve (Fed). [MKTS/GLOB]

O Fed citou a inflação e a saúde do mercado de trabalho como dois fatores-chave necessários para o aperto das políticas monetárias.

Os novos dados vieram poucos dias antes das reuniões de política do Fed e do Banco Central Europeu (BCE) na próxima semana, quando os investidores estarão atentos a indicações sobre a redução dos grandes programas de compra de títulos.

Espera-se que ambos os bancos deixem a política inalterada.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,33%, a 1.742,12 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,07%, a 7.069,04 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,39%, a 15.692,90 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,12%, a 6.515,66 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,46%, a 25.570,46 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,59%, a 9.088,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,31%, a 5.137,29 pontos.

(Por Sruthi Shankar em Bengaluru)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2838))

REUTERS PVB IV

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH53101-BASEIMAGE