Economia

Ações asiáticas sobem, mas receios sobre setor imobiliário na China persistem

Reuters
Reuters
Ações asiáticas sobem, mas receios sobre setor imobiliário na China persistem
Telão em Xangai mostra flutuações dos mercados acionários

26 de outubro de 2021 - 08:48 - Atualizado em 26 de outubro de 2021 - 08:50

Por Kane Wu

HONG KONG (Reuters) – As ações asiáticas de forma geral subiram nesta terça-feira, após recordes em Wall Street na sessão anterior, embora novas preocupações sobre o setor imobiliário da China tenham pesado sobre o sentimento de investidores.

O índice MSCI para ações da Ásia-Pacífico fora Japão ganhou 0,15% e atingiu brevemente seu maior valor em seis semanas nesta terça-feira, acumulando alta em outubro.

O índice asiático de referência, no entanto, ainda cai cerca de 11% em relação à máxima de fevereiro, enquanto o índice MSCI global para os mercados de ações está bem perto de seu recorde alcançado há seis semanas.

“Os preços das ações provavelmente serão impulsionados pelo posicionamento técnico nesta semana, com as operações entrando na última semana do mês”, disse Anderson Alves, operador de ações da plataforma global de negociação online ActivTrades.

As ações imobiliárias na China estenderam as perdas nas sessões da tarde na Ásia, quando outra incorporadora, a Modern land, deixou de honrar compromissos de dívida, aumentando preocupações sobre os efeitos crescentes da crise da dívida no China Evergrande Group.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 1,77%, a 29.106,01 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,36%, a 26.038,27 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,34%, a 3.597,64 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,33%, a 4.963,10 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,94%, a 3.049,08 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,83%, a 17.034,34 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,08%, a 3.204,57 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,03%, a 7.443,40 pontos.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH9P0Q1-BASEIMAGE