Culinária

Para o time Mendes, na cozinha três nunca é demais

Elizabeth, Letícia e Jacqueline já têm a aprovação dos amigos e agora querem provar o talento para cozinhar na TV.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Para o time Mendes, na cozinha três nunca é demais

11 de setembro de 2021 - 14:14 - Atualizado em 13 de outubro de 2021 - 10:23

Mesmo com uma família pequena, Elizabeth Regina Siqueira Mendes (58), Letícia Mendes Ramos (37) e Jacqueline Mendes Lambides (28) encontram motivos para cozinhar e servir as pessoas que gostam. A família já é referência de comida boa entre os amigos. O próximo desafio é emprestar o talento para a TV em A Grande Batalha de Receitas, próximo reality da RIC Record TV.

Elizabeth tem lembranças claras de seus primeiros dias na cozinha, aos seis anos, como se fosse hoje. “Na primeira vez que cozinhei, fiz um bolo com minha avó, que me ensinou. Em seguida, ela foi dormir e eu fiz um igualzinho. Quando ela acordou, tinham dois. Depois foi uma sopa e a partir daí tudo o que ela fazia, eu fazia também”. 

Desde quando precisava de uma cadeira para alcançar o fogão e fazer as refeições dos dois irmãos, de quem cuidava, até hoje, ela e a cozinha sempre se deram bem. Com a chegada das filhas, um novo motivo para cozinhar, paixão que foi transmitida a elas.

“Quando eu era pequena, minha mãe sempre nos fazia acordar cedo para bater a maionese do almoço de domingo.Isso era obrigatório. Era também um jeitinho que ela tinha de tirar a gente da cama.”, conta Letícia sobre suas primeiras lembranças de infância.

Letícia não exita em dizer que, dentro de casa, a comida é assunto quase 24 horas por dia: “A gente já almoça pensando na janta”. As especialidades vão desde a comida caseira tradicional até pratos mais elaborados como lasanha, risoto, pernil, frango espanhol, barreado, feijoada, etc. Até na comida japonesa elas já se arriscaram. 

A culinária árabe tem um lugar especial. “Tive dois pais: um que me criou e, depois que faleceu, soube que meu pai biológico era árabe. Tive uma convivência com ele e, junto da família, aprendi a fazer comida dessa origem: quibe cru, quibe assado, esfiha, kafta e molhos.”, conta Elizabeth.

Enquanto Jacqueline se inspira em programas de TV, inclusive reality shows, Elizabeth gosta mesmo é de resgatar receitas antigas feitas pela sua avó, mãe e tias. É da memória que ela resgata todas elas. Elizabeth explica: “O jantar de natal, por exemplo, que minha mãe fazia, é exatamente como a gente gosta agora: o peru decorado, arroz à grega, salpicão, farofa, frutas..”

A família é reduzida às três, o namorado de Jacqueline, o marido de Letícia e dois irmãos de Elizabeth. Os amigos, no entanto, chegam a mais de 20 e nenhum deles deixa de dar uma passada ou ligar para pedir uma coisa ou outra. ”Eles quase nem entram na sala porque a gente gosta de se reunir na cozinha mesmo”, afirma Letícia.  

Participar do programa, para elas, é uma forma de sair da rotina cozinhando fora de casa. Para Elizabeth, também é um teste para descobrir se os elogios feitos à sua comida são legítimos.”Tudo nos deixa ansiosas: como vai ser, contra quem vai ser, temos expectativa em todos os sentidos.” finaliza Jacqueline, a caçula da família.

A Grande Batalha de Receitas é apresentada por Zaeli e conta com o patrocínio de Britânia, Verde MaisMóveis Gazin, Senac e Alegra Foods.

Por Talita Souza