Cotidiano

Taxistas de Londrina devem fazer o recadastramento anual

O processo pode ser feito até o dia 5 de novembro e quatro taxas devem ser pagas

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da CMTU
Taxistas de Londrina devem fazer o recadastramento anual
Foto: Divulgação

4 de outubro de 2021 - 13:30 - Atualizado em 4 de outubro de 2021 - 13:30

Está liberado, até o dia 5 de novembro, o recadastramento anual dos taxistas de Londrina. São, no total, 372 pessoas autorizadas a prestarem o serviço de táxi na cidade. O processo, liberado nesta segunda-feira (04), pode ser feito de forma online.

Pelo site, é possível agendar data e horário para o protocolo presencial da solicitação de recadastramento. O Sindicato dos Taxistas de Londrina está auxiliando os profissionais que precisam de ajuda no processo, caso não consigam fazer o cadastro.

A Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina (CMTU) fará a checagem da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), da certidão de antecedentes criminais, do alvará e de outros documentos relativos aos trabalhadores.

Caso regularizados, devem ser pagas quatro taxas: a liberação para trafegar, no valor de R$ 243,29; uso e ocupação do solo, de R$ 79,01; vistoria, de R$ 48,95; emissão da carteira do condutor, na ordem de R$ 24,47.

Depois do pagamento, a CMTU fiscaliza o taxímetro dos carros, as condições do envelopamento padrão da frota, cintos de segurança, extintores de incêndio, pneus e estepe, dispositivos elétricos, além de aspectos de limpeza e conservação dos táxis.

As verificações serão realizadas sempre às terças e quintas-feiras, a partir das 15h, nas plataformas 29 e 30 do Terminal Rodoviário (TRL). Em caso de dúvidas sobre o processo de renovação do alvará, os taxistas podem entrar em contato com a companhia pelos telefones 3379-7966 ou 3379-7973, de segunda a sexta, das 9h às 17h.