Cotidiano

Com escassez de chuvas, Sanepar alerta sobre rodízio de água em 10 cidades do PR

A redução de pressão ou desabastecimento temporário pode acontecer, em especial, em horários de picos ou dias nos quais costuma-se fazer atividades de limpeza doméstica.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da AEN
Com escassez de chuvas, Sanepar alerta sobre rodízio de água em 10 cidades do PR
Foto: Pedro França/Agência Senado

21 de dezembro de 2021 - 15:57 - Atualizado em 21 de dezembro de 2021 - 15:57

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) publicou, nesta terça-feira (21), um alerta sobre risco de desabastecimento de água, com possibilidade de rodízio, para nove cidades do norte do Paraná e uma do noroeste. Os municípios de Apucarana, Rosário do Ivaí, Califórnia, Jardim Alegre, Faxinal, Jandaia do Sul (no noroeste do Estado), Mauá da Serra, Arapongas, Rolândia e Sabáudia podem sofrer com a falta d’água devido as altas temperaturas, aumento do consumo e falta de chuvas regulares.

A redução de pressão ou desabastecimento temporário pode acontecer, em especial, em horários de picos ou dias nos quais costuma-se fazer atividades de limpeza doméstica. A companhia recomenda que limpezas pesadas, que fazem uso de grande quantidade de água, sejam adiadas. Também incentiva-se que se reutilize as águas da lavagem e enxágue de roupas.

Municípios do nordeste

As cidades de Leópolis, Curiúva, São Sebastião da Amoreira, Panema (em Santa Mariana) e Triolância (em Ribeirão do Pinhal) também estão com alerta de alto consumo. No Norte Pioneiro, a situação é mais grave, já tendo sido implantado o rodízio no abastecimento até que volte a chover. O sistema divide grupos de bairros que ficam sem o fornecimento de água por determinado período de tempo.

Nesta terça-feira (21), o rodízio começou a valer em Santo Antônio da Platina. Na quarta-feira (22), será a vez de Carlópolis e Quatiguá. Residências que tenham caixa d’água com ao menos 500 litros não sofrerão com a falta d’água por pelo menos 24 horas.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone 0800 200 0115 ou pelo site da Sanepar.

Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!